Ponte Preta e equipe Sub-23: um fracasso que gerou prejuízo. E que precisa ser debatido no Conselho Deliberativo

0
333 views

Quando a pandemia passar e o Conselho Deliberativo voltar com suas reuniões presenciais, o atual presidente Tagino Alves dos Santos já tem uma missão colocada diante de sua mesa:  debater com os conselheiros se valeu a pena investir no time Sub-23.

Entendam: o texto não quer acusar A, B ou C. Longe disso. Mas fica complicado passar os olhos no balanço financeiro divulgado pela Macaca e ignorar os dados ali contidos.

De acordo com o documento, a equipe investiu no total R$ 1.349.920 com a equipe. No mundo do futebol não é lá uma grande quantia.  Mas qual foi o resultado prático da equipe? Ganhou competições? Revelou jogadores? Abriu novos mercados para a Macaca? Todas as perguntas remetem a única resposta: não! Diante disso, é dinheiro desperdiçado. E explicações precisam ser dadas.

Especialmente se levarmos em conta que com o departamento amador a despesa operacional em 2019 foi de R$ 2.849.218. Ou seja, o dinheiro investido no Sub-23 poderia ser utilizado para incrementar a revelação de atletas nas categorias de base.

Esse tema não pode cair no esquecimento. O Conselho Deliberativo precisa assumir o seu protagonismo. Para que o dinheiro seja utilizado com zelo e profissionalismo. E sem prejuízo a instituição.

(Elias Aredes Junior)