Ponte Preta: é hora de encarar o choque de realidade. E participar do debate da Opinião Pública. Por André Gonçalves

0
250 views

O Só Derbi é combativo, crítico e abre o diálogo para tentar evitar exatamente o que foi apresentado na terça-feira. Uma vergonha!  Time entregue e com pouquíssima imaginação ofensiva. Sistema defensivo que beira ao ridículo.

Para quem busca o acesso e o título -como muitos apontam- o elenco é carente em vários pontos para se candidatar aos objetivos. Agora, papo reto: a torcida virtual da Ponte Preta tem o péssimo hábito de rotular críticos como “corneteiros”. Pior, dizem que torcem contra!

Com esse tipo de “argumento”, o diálogo vai para o ralo. Se alguém tem críticas com critérios e o mínimo de coerência, essas opiniões podem ser construtivas ao time e ao próprio debate.

O que não dá para entender é a falta de senso crítico -de alguns- com as apresentações que o time tem feito. E quem acompanha o Só Derbi sabe que o dito nesse post não é só pelo resultado de ontem.

A questão principal é que TODOS os times -não importa qual a posição na tabela- dessa Serie B fez a Ponte Preta sofrer com o seu sistema defensivo. Não há proteção. Não há entrosamento. Não há segurança.

O desequilíbrio é generalizado! A direção, o time (como elenco) e os jogadores individualmente.

Anos passado havia, pelo menos, 8 volantes no time. Hoje falta jogadores na posição.
Quando sai atrás no placar, vemos um desequilíbrio emocional que faz o time desmoronar. Ontem foi um desastre! Mas e contra o Juventude? Mesmíssima atitude negativa.

Até quando Gustavo Bueno será tido como homem forte do futebol? Será que ninguém conseguiu constatar a sua incompetência? Mais um orçamento para campanha que visa título jogada no lixo? É isso?!

Mal comparando: acharam dinheiro na cueca e nada vai acontecer? É isso mesmo? Panos quentes?! Precisa de mais evidências da falta de conhecimento? Conhecer empresários do futebol é importante mas não é tudo!

Um total desequilíbrio entre setores. Com todo respeito ao Mirasol, mas jogar lá e jogar aqui é muito diferente. Será que Ernandes, Neto Moura e Luis Oyama não sabiam disso? E o Osman… Vai jogar quando?

São jogadores que chegaram com status que resolveriam as deficiências da equipe e entregaram muito pouco até aqui.

Alguma declaração de Tiãozinho, Gustavo Bueno, Sergio Carnielli e cia? Vai deixar a bronca da catástrofe de ontem só para a comissão técnica?

(Artigo de autoria de André Gonçalves-Especial para o Só Dérbi)