Ponte Preta: o que era fácil virou martírio. É hora de agir. Por André Gonçalves

0
527 views

Jogos totalmente “ganháveis” que complicam uma Serie B que torna-se -mais uma vez- uma martírio!
Botafogo estava há 8 rodadas sem vencer. OITO!
Onde está escrito que a Ponte Preta deve reabilitar times com dificuldades? Alguém sabe de onde vem essa sina? Onde está? Quero apagar -onde quer que esteja! A torcida não merece esse peso.

Dos 13 jogos com Marcelo Oliveira o time melhorou nos últimos 3 (mas ainda é ruim e mal treinado). Ruim a ponto de precisar “arriscar” inúmeras vezes o que não dá certo: Apodi de meia-atacante. Depender de Pato, Moisés, Luan Dias…

A falta de paciência não é com os jogadores que saem daqui e muitos deles, alcançam algum sucesso.
A questão principal é a fórmula perdedora que tem selo e marca registrada de Sergio Carnielli. Ele traz na bagagem Gustavo Bueno, Vanderlei Pereira, Tiãozinho e Cia (inclusive presidente do Conselho Deliberativo que foi feito para fiscalizar e não passar pano e fazer vistas grossas com desmandos).

Quando Carnielli e Cia limitada está em evidência no clube as categorias de base ficam aos frangalhos. Alguma ideia?

Essa gente quer contratar de penca… fazer 40-50 contratos de jogadores por ano. Alguém se lembra do time titular no início do Paulista? Mesmo o time que iniciou a Série B, alguém arrisca?

Não é hora de achar culpado pois todos são! TODOS!

É hora de uma limpa.

Renúncia conjunta já! Todos fora.

Há tempo de planejar 2021 com mais dignidade e mais respeito com a camisa centenária da Macaca.

(Artigo escrito por André Gonçalves-Especial para o Só Dérbi)