Quais benefícios podem trazer uma vitória bugrina no dérbi 192 em pleno Majestoso?

0
924 views

O resultado de um dérbi na tabela de classificação tem o mesmo efeito em relação aos demais jogos. São três pontos em caso de vitória, um para empate e zero nas derrotas. A grande diferença, todavia, está no impacto emocional para o restante de toda a temporada.

No melhor dos cenários para o torcedor do Guarani, vencer a Ponte Preta no Moisés Lucarelli significa ganhar mais força psicológica para seguir firme na luta pelo acesso à Série A do Campeonato Brasileiro e alcançar algo inédito na competição: encaixar três vitórias consecutivas.

O resultado positivo, aliás, pode fazer com que o Bugre encerre uma rodada pela primeira vez dentro do grupo de acesso, principal objetivo da comissão técnica ao fim de novembro. No melhor dos cenários, fecha na vice-liderança, caso CSA, Goiás e Avaí não vençam Criciúma (c), Vila Nova (f) e São Bento (f), respectivamente.

Quem também precisa muito da vitória é Umberto Louzer. O atual treinador ficou na corda bamba após derrota de virada em maio e, um novo tropeço diante do maior rival, dependendo das circunstâncias do jogo, pode balançá-lo no cargo para a sequência desgaste pela frente.

A torcida do Guarani espera ansiosamente desfecho positivo após apito final para voltar a celebrar uma vitória em dérbi. O último triunfo aconteceu em abril de 2012, na semifinal do Campeonato Paulista, no Brinco de Ouro da Princesa, quando Medina entrou no segundo tempo e definiu o clássico: vitória de 3 a 1 e passaporte para enfrentar o Santos na decisão – posteriormente, amargaria o vice-campeonato. De lá para cá, foram duas derrotas em casa: 3 a 1 (2013) e 3 a 2 (2018).

Clique aqui e leia mais notícias do Bugre.

(texto e reportagem: Lucas Rossafa/foto: Letícia Martins – Guarani Press)