Que tal pensar em modificar (um pouco!) o regulamento da Série B?

1
310 views

Sempre fui um defensor dos pontos corridos. Além da justiça da formula em si, a metodologia de disputa força com que os clubes sejam modernos e profissionalizem sua gestão. Contar com calendário definido quase que obriga as equipes a adotar um padrão de excelência.

Considero o mata-mata adequado para as disputas de copas. Toda regra tem exceção. Sou admirador confesso do futebol inglês e considero que as divisões de acesso neste país encontraram uma formula interessante e que poderia ter a devida adaptação.

CONTINUA APÓS A PROPAGANDA

Hoje, temos quatro equipes promovidas na Série B. Uma boa saída seria promover automaticamente o campeão e o vice-campeão da Série B. Após 38 rodadas nada mais natural e salutar do que conceder a vaga direta a quem esteve acima dos demais.

E as outras vagas? Simples: o terceiro, quarto, quinto e sexto colocados seriam os protagonistas de um mata-mata decisivo em que o terceiro enfrentaria o sexto colocado e o quarto e quinto protagonizariam o outro confronto. Os vencedores de cada partida após 180 minutos estariam na divisão de elite.

A medida teria efeitos imediatos. Primeiro que valorizaria a quinta e a sexta posições. O equilíbrio da competição poderia fazer com que até o oitavo colocado nutrisse esperanças de acesso até a última rodada, pois disputaria a sexta colocação e a consequente vaga no mata mata.

Para as emissoras de televisão seria uma forma de dar visibilidade a Série B, pois as partidas seriam nas primeiras datas após o encerramento da divisão principal.

Fato que de certa forma a primazia de valorizar os melhores pelos pontos corridos estaria assegurada e ainda teríamos um plus para a reta final de temporada. Uma pena que os dirigentes brasileiros não tenham capacidade para ter boas ideias. Quando tem.

(Elias Aredes Junior)

 

 

 

 

 

1 Comentário

  1. Discordo Elias.
    Os pontos corridos privilegiam os clubes com alto investimento, criando uma grande distância entre eles, fazendo até mesmo que eles desapareçam. Eu acho que a salvação do nosso futebol é retornar aos mata-matas com quartas, semi e finalíssima.
    É a unica forma de dar uma chance aos mais humildes de sobreviverem.
    Agora, claro, administrações profissionais comprometidas com a transparência nos clubes é uma necessidade independente da forma de disputa.

Deixe Um Comentário