Que tal renovar o voto de confiança em Marcelo Chamusca?

2
782 views

O Guarani chegou aos 31 pontos e já está classificado às quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro. Apesar dos temores de jogadores e da comissão técnica é dito e notório que nos anteriores com a disputa da mesma fórmula o quarto colocado ficou muito acima deste patamar. No ano passado, o Brasil de Pelotas ficou com 29 pontos e em 2014, o Macaé terminou com 26 pontos. As duas equipes fizeram jogos contra o Fortaleza e carimbaram o acesso.

Nos dois cenários, Marcelo Chamusca amargou a frustração pela desclassificação. Agora, sua sede pelo acesso deve ser imensa. Sabe que uma promoção com o Guarani deverá elevá-lo a um novo patamar no futebol brasileiro. Para que isto seja obtido é urgente que uma trégua seja estabelecida entre o treinador e uma parte da torcida do Guarani.

Não bastam a liderança, a melhor campanha da terceirona nacional e o feito de colocar o Guarani virtualmente em uma decisão de acesso, algo que jamais passou perto de acontecer nos anos de 2013, 2014 e 2014. Reclamações? Várias. Uma hora o treinador é cobrado por não escalar Dênis Neves como titular. Em outra a ausência do centroavante é lamentada. Colocou Pedro Hulk? Está errado. Nada parece bom, nada parece contentar. Repito: é um comportamento de uma parte da torcida bugrina. A maioria reconhece o trabalho e a conduta de Marcelo Chamusca.

Só que o mês de setembro e o começo de outubro são fundamentais para o Guarani. A temporada do próximo ano será decidida nos próximos 45 ou 50 dias. Se conseguir o acesso, o Alviverde terá R$ 8 milhões de verba de televisão e garantia de que fará, no mínimo 57 jogos na temporada, ao incluir a Série A-2 do Campeonato Paulista.

Por ser um período decisivo, os confrontos contra Botafogo, Mogi Mirim Ypiranga serão o palco para firmar a classificação na primeira ou segunda posição e também para fazer testes. Utilizar os confrontos no gramado para buscar adaptações respostas. Lennon é melhor no meio-campo ou na lateral? Régis é um bom lateral-direito? Em que setor colocar Denis Neves desde o começo? Lateral ou como armador? E o centroavante? Quem vai ocupar a camisa 9? Quem dividirá a criação com Fumagalli? São respostas que só os jogos podem fornecer. E o treinador precisa de tempo e tranquilidade para realizar os treinamentos e tirar suas conclusões. No entanto, se a cada chiadeira ou reclamação ele mudar os seus planos, tudo poderá ruir.

Pode dar errado? O acesso pode fracassar? Com certeza. O futebol é cheio de armadilhas e se o revés acontecer a cobrança serás inevitável e justa. Mas por tudo que fez até o momento, o técnico Marcelo Chamusca merece uma renovação do voto de confiança de TODOS os torcedores bugrinos.

(análise feita por Elias Aredes Junior)

2 Comentários

  1. Boa Tarde!
    A torcida do Guarani é um fenômeno, pois com apenas 3% de 1.164.000 (população), que é igual á aproximadamente, 35.000 torcedores, consegue levar 20% dos bugrinos ao seu estádio.
    Enquanto a AAPP com 20% de 1.164.000, que é igual a aproximadamente, 233.000 torcedores, consegue levar apenas 3,65 % ao seu estádio em um jogo com um grande de São Paulo.
    Estou achando esta pesquisa muito imatura e é lamentável que isto possa deixar os ânimos ainda mais exaltados entre as duas torcidas.
    Eu penso que esta mancha vai demorar muitos anos para ser esquecida! E eu entendo que esta pesquisa não é unanimidade neste Portal, apenas uma opinião isolada de quem repercutiu esta pesquisa. Apesar de tudo eu respeito o livro arbítrio de cada um.