Reinaldo na Ponte Preta: o ruim pode ficar bom?

0
414 views

 No ofício do jornalismo esportivo, somos confrontados diuturnamente com noticias e armadilhas. Exemplo disso é o anúncio da Ponte Preta da contratação do lateral-esquerdo Reinaldo, atualmente no São Paulo.

Acompanhei Reinaldo por diversas vezes pela televisão e ao vivo. A impressão não foi das mais agradáveis. Limitado nos cruzamentos, fraco na marcação e vacilante no posicionamento, o atleta era presa fácil para os adversários e era um dos elos fracos na derrota são paulina. Ou seja, você terminava de assistir ao jogo e dificilmente queria ver o jogador no seu time.

Disputou 110 jogos pelo São Paulo? É verdade. Mas nunca perder o contexto histórico do São Paulo, que no período testou diversos jogadores na posição e sofreu com atletas que deixaram a desejar em um momento ou outro.

Alguns consideram que a pressão no São Paulo é bem maior do que no Sport, seu ex-clube e na Macaca. Que tal fator atrapalhou seu rendimento.  É verdade. Analise: se a Ponte Preta encarar uma decisão contra Corinthians, Palmeiras e São Paulo, será que Reinaldo terá condições de suportar a pressão de uma torcida sequiosa por títulos? E no Campeonato Brasileiro? Qual será sua postura nos confrontos com os 11 gigantes?

Quero enganar-me e presenciar uma atuação fantástica de Reinaldo com a camisa da Macaca. Um adendo, porém, é necessário: Gustavo Savóia, Advincula e Sarmiento foram contratações fracassadas. A diretoria na época recebeu o álibi da contratação de ter sido feita pelo DVD. Com Reinaldo, não. Os dirigentes tiveram chance de vê-lo ao vivo por diversas. Que eles tenham descoberto algo que ninguém viu. 

(análise feita por Elias Aredes Junior)