domingo , 24 fevereiro 2019
Home / Destaque / Torcedores são condenados por morte de torcedor bugrino em 2012

Torcedores são condenados por morte de torcedor bugrino em 2012

Em julgamento que durou mais de 15 horas e foi encerrado apenas na madrugada desta quarta-feira, os torcedores pontepretanos Carlos Daniel Sampaio e Bruno Barros Batista Rodrigues foram condenados a 19 anos de prisão pela morte de Anderson Ferreira, ocorrida em 15 de março de 2012. O juiz responsável foi José Henrique Rodrigues Torres, da 1ªVara do Júri de Campinas.

Antes da condenação dos dois torcedores, outros cinco réus foram condenados no ano passado a 19 anos de prisão em regime fechado Os réus condenados foram Rodrigo de Aguiar Lopes, Jefferson Nery da Silva, Paulo Henrique de Souza Pires Sigoli, Valdir Bajano Junior e Anderson Ricardo da Silva. Apesar de condenados em regime fechado, puderam recorrer da decisão em liberdade.

O confronto que vitimou Anderson Ferreira, de 28 anos, ocorreu em 15 de março de 2012, após uma rodada dupla de “derbinhos”, e que aconteceu no Brinco de Ouro.Após a partida vencida pela Macaca por 2 a 1, torcedores do time alvinegro foram escoltados até o Moisés Lucarelli, mas alguns voltaram ao Brinco de Ouro, o que abriu as portas para a confusão.

Anderson Ferreira foi atingido por pedras e uma barra de ferro. O bugrino teve traumatismo craniano e torácico e socorrido ao Hospital Mário Gatti, mas morreu três dias depois. Sete torcedores e mais um adolescente foram presos pelo crime.

Mesmo com a adoção da torcida única desde o ano passado, a violência não arrefeceu. No dia 05 de maio do ano passado, Leonardo Bernardes, de 18 anos, ligado a uma torcida organizada da Ponte Preta foi morto após confronto de torcida.

De acordo com dados do sociólogo carioca Mauricio Murad, de cada 100 pessoas vinculadas ás torcidas organizadas, sete estão envolvidos com atos violentos.

(Elias Aredes Junior)

Veja Também

A responsabilidade dos jogadores pontepretanos: dois jogos com cara de decisão e que podem determinar o restante do ano

Os jogadores da Ponte Preta talvez não estejam sintonizados na realidade, mas nos próximos dias ...

2 Comentários

  1. Um dia quem sabe eles percebem que o problema não é torcida única ou não, mas que o problema ta beeeem mais embaixo…

  2. Chico Fundamentalista

    Leis rígidas por favor! Não adianta sentenciar 19 anos e flexibilizar no andar da carruagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *