Guarani, Sócio Campeão e um episódio que demonstra como anda a organização do clube

0
911 views

O jornalismo proporciona experiências. Boas e Ruins. Não dá para deixar de ficar atento aos detalhes. Nesta quarta-feira, dia 03 de julho, na apresentação do Brasil Esporte Clube, na Rádio Brasil Campinas, aprendi que não dá para facilitar quando o tema é checagem de informações. O episódio mostrou que a desorganização do Guarani é pior do que se imagina.

Na segunda-feira pela manhã eu tomei conhecimento de uma notícia do Espião Estatístico do Globo Esporte.Com sobre a situação do programa Sócio Torcedor no Brasil. Dos 40 times das Séries A e B. Um belo levantamento.

Ao verificar que a Macaca tinha 3699 sócios fiquei estarrecido. Perplexo quando o Guarani tinha fornecido o número de 1.083. Era uma matéria com evidente interesse jornalistico. Programei para análise na quarta feira porque já teria passado Dérbi.

Ao ler o ranking comecei a ser alertado por diversos ouvintes – os quais eu agradeço- de que o número bugrino não estava correto. Tinha sido atualizado. Eram, na verdade, 4.022. Evidente que corrigi no ar. Com o passar do tempo, descobre-se que o repórter e autor da matéria tinha retirado a informação do site do programa Sócio Campeão e que, após a publicação da reportagem, o  dado correto foi encaminhado. Pergunta: se a matéria não tivesse sido publicada, o número de 1083 continuaria válido até quando?

Mais: os 4022 sócios só amenizam o equívoco. Clubes como Botafogo-SP (8.500 sócios), Chapecoense ( 8.068), Paysandu (6.440), Operário-PR:(5.601) e Amazonas ( 4.857) tem mais sócios. Não deveria ser motivo de reflexão e ajuste de rota? Pense nisso.

(Elias Aredes Junior-Com foto de Celso Congilio/Guarani Press)