Ponte Preta: Hélio dos Anjos é o técnico certo para o elenco errado. Por André Gonçalves

0
597 views

Nesse elenco não tem “pipoqueiro”. O time deixa tudo o que pode dentro do campo -e muitas vezes vai além. Na minha opinião é o time da Ponte mais raçudo dos últimos anos.
Mas essa vontade é insuficiente para conquistar vitórias. A raça é só um dos aspectos para o triunfo.

Outro princípio fundamental é a qualidade técnica. Mas essa está em falta.
Não há no elenco jogador bom o suficiente para decidir jogos. O único que tem certa capacidade de decisão é Lucca. Que fica “morrendo” de fome como atacante.

O elenco tem sérios problemas na sua formação. Além de ser fraco, a diferença entre titulares e reservas é grande. Temos, no máximo, 14 atletas de nível próximo.

Outro problema é deixar a responsabilidade para os jovens.
É um desserviço ao clube, inclusive financeiramente. Afinal você colocar jovens em um momento tão ruim, acaba forçando o técnico a queimar etapas para a evolução do jogador ainda em formação.

Apesar dos erros -principalmente na insistência de Fabrício como titular- Helio conseguiu, em algumas partidas, fazer o time jogar bem. E não me lembro nos últimos anos quando jogamos bem. Na Serie B fizemos bons jogos contra Vasco, Bahia e razoavelmente para bom, contra Brusque e CRB.

De todos adversários que enfrentamos, tínhamos melhor elenco que algum deles? Vou mais longe: dos 20 participantes, temos mais elenco que algum time?

Por isso, -no momento- sou contra a demissão do técnico. Não vejo no mercado alguém que possa dar jeito nesse time pessimamente montado.

E mais, se ele sair quem vai substituí-lo?

Sabiamos que pelos diversos problemas de bastidores e financeiro, a briga seria contra a degola. Mas para escapar precisamos vencer jogos em casa. E para isso a diretoria terá que trazer o torcedor para junto do time.

Como? Dialogando abertamente as dificuldades diárias do clube. Esse é o desafio!

(Artigo de autoria de André Gonçalves-Especial para o Só Dérbi- Foto de Diego Almeida-Pontepress)