quinta-feira , 18 outubro 2018
Home / Destaque / A Bola e suas histórias: Com Renato Silva, amigo nunca ficava na pior. Nunca!

A Bola e suas histórias: Com Renato Silva, amigo nunca ficava na pior. Nunca!

Setorista da Ponte Preta por anos e anos Renato Silva era músico nas horas vagas. Tocava e cantava em bailes e tinha uma banda. Em determinada ocasião, convidou um amigo para lhe acompanhar em uma apresentação na Hípica de Campinas.

Lógico, o amigo aceitou. Ajudinha no som ali e dali, um rango de alta qualidade de rebarba e a noite estava garantida.

Ao chegar no portão principal, o problema: só poderia entrar quem estivesse com o nome registrado na lista deixada pelos organizadores. O amigo do peito estava fora da mordomia.

Pronto para passar por um constrangimento, o parceiro de “bico fino” já se preparava para pegar um táxi e voltar para casa. Planos interrompidos pela sagacidade do “Leão do Bosque”.

– Meu senhor, sinto muito ele não pode entrar- dizia o segurança.

– Quebra um galho, é muito importante a presença dele- rebatia Renato.

Até que a paciência do segurança esgotou-se e saiu a pergunta:

– Ok, então me prove que ele precisa entrar de qualquer jeito.

Sem ficar corado, Renato Silva disparou:

– Seguinte: o fechamento do show é com um mambo

– Tá e daí?

– E que ele é o cara que faz o grito de Uuuuuuhhhhh! Sem ele, não fica a mesma coisa.

O segurança pensou e deixou o penetra entrar.

A música em primeiro lugar.

(Elias Aredes Junior)

Veja Também

Números no gramado demonstram fragilidade do Boa Esporte. O Guarani vai aproveitar?

Lanterna da Série B com 26 pontos, o Boa Esporte tem um rendimento critico nos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *