A imprensa esportiva campineira tem mais bugrinos ou pontepretanos? O Só Dérbi responde para você

3
1.267 views

Quando abraçamos a profissão de jornalista esportivo, uma pergunta vem a baila assim que encontramos com torcedores nas ruas: para que time você torce? Para evitar represálias e ameaças de agressões físicas nos estádios, a maioria não revela o seu time de coração.

Mas a reportagem do Só Dérbi resolveu conversar sob condição de anonimato com diversos profissionais de imprensa. A meta era saber a sua preferência clubística.

De posse de informações em relação as escolhas de outros profissionais listamos 79 jornalistas, radialistas, cinegrafistas e operadores que atuam ou trabalharam no cotidiano e nos nos jogos de Ponte Preta e Guarani. O resultado é que a rivalidade existente nos gramados foi transportada. A Ponte Preta é o time  preferido para 40 profissionais consultados ou apurados pela reportagem. O Guarani por sua vez tem a escolha de 39 cronistas esportivos.

Temos diversos perfis contidos. Profissionais com muitos anos de estrada e que acompanharam o ápice do futebol de Campinas nas décadas de 1970 e 1980 ainda são influentes e dão cartas. Gente que também testemunhou os vice-campeonatos regionais da Ponte Preta e as conquistas bugrinas na Taça de Ouro de 1978 e a Taça de Prata de 1981.

Em contrapartida, temos jornalistas da nova geração que acompanharam a Macaca em vários locais do Brasil e na saga que culminou com a conquista do vice-campeonato da Copa Sul-Americana. Ou que presenciaram os diversos rebaixamentos do Guarani e seu respectivo nas divisões de futebol profissional.

Esses profissionais estão espalhados em emissoras de televisão e rádio, portais de internet, jornais impressos, podcasts, entre outros veículos. São pessoas que acompanham ou já estiveram mais próximos do cotidiano dos dois clubes. E que por esse simples levantamento mostra que esta disputa por corações, pelo menos em Campinas, está longe de acabar.

(Elias Aredes Junior)

3 Comentários

  1. Ponte 40 X 39 Guarani, parece empate técnico, mas na sua outra postagem a realidade aparece: 24 desses têm a Ponte como primeiro time, e só 16 têm o Guarani como primeiro time. Pro restante é só o “segundo time” (o que importa muito pouco)