Revelação: 46% dos cronistas esportivos de Campinas têm Ponte Preta ou Guarani como segundo time

4
793 views

No último dia 18 de maio, o portal Globo Esporte. Com publicou uma pesquisa do Ibope em que mostravam que 41 milhões de brasileiros tinham um segundo time de preferência. Por encontrar-se em uma região metropolitana próxima de São Paulo, A RMC tem uma característica peculiar: muitos torcem por Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Santos e adotam Ponte Preta e Guarani como equipe secundária.

Dos 79 profissionais que atuam ou já trabalharam na imprensa local, a reportagem do Só Dérbi apurou que 37 tem Ponte Preta ou Guarani como segundo time do coração. Ou seja, 46,83% do total. Pela pesquisa do Ibope, 37% dos torcedores do Brasil tem um segundo time.

Dos 40 profissionais de imprensa que torcem pela Ponte Preta, 24 tem a Macaca como preferência enquanto que outros 16 escolheram a alvinegra como segunda opção.

No Guarani, a lógica é invertida. Dos 39 cronistas esportivos que tem o Guarani como o time do Coração, 16 tem o Alviverde como prioridade. Outros 23 torcem para algum time grande da capital.

Corinthians e Palmeiras tem a preferência. Entre os cronistas que têm o Guarani como segundo time, temos seis palmeirenses, sete Corinthians, três santistas e três são-paulinos. Outros quatro profissionais ou tem  outra equipe.

Quando os 16 profissionais de imprensa que escolhem a Ponte Preta como segundo time, Corinthians e Palmeiras tem  cinco integrantes cada um. Outros quatro profissionais ou têm outra equipe como escolha.

O fato é que tais dados mostram que a Campinas provinciana está no passado. A globalização chegou para valer.

(Elias Aredes Junior)

4 Comentários

  1. Revelação: 50,6% dos cronistas esportivos de Campinas têm Ponte Preta ou Guarani como primeiro time (30,3% são Pontepretanos, 20,3% são Bugrinos). Segundo time não interessa muito.

  2. A pesquisa reflete o resto da cidade. A Ponte tem a maioria da torcida em campinas. O pessoal do time da princesa do Oeste tem que aceitar a verdade.

  3. Aviso aos navegantes que o Elias sequer me consultou, exatamente por saber que o meu time é o Jornalismo F.C. Insisto que radialista ou jornalista que conhece com profundidade bastidores do futebol só tem escolha por um time caso não tenha estômago. E nem quero que vocês conheçam a podridão. Do contrário serão desestimulados