A vida não será fácil para Rafael Longuine na Ponte Preta

3
756 views

Rafael Longuine já vestiu a camisa do Santos. Teve destaque no Audax. Surgiu como esperança. Ficou no meio do caminho e tentou reconstruir sua trajetória com uma primeira parada no Guarani e agora na Ponte Preta. Mal sabe que tal decisão lhe obrigará a sempre demonstrar excelência.

Em Campinas, vestir a camisa rival faz com que o jogador tenha sempre que provar algo. Prestes a iniciar sua quinta passagem pela Ponte Preta, o centroavante Roger até hoje é cobrado pela passagem em 2010 no Guarani. Parece que sempre é obrigado a provar algo.

Longuine entrou contra o operário e anotou o gol da vitória. Festa nas arquibancadas. Perdão temporário. Tudo resolvido? Ledo engano. Se negar fogo no próximo sábado contra o Paraná, as cobranças retornam. Tipo na linha “nem deveria encontrar-se aqui pois jogou no rival”.

Rafael Longuine terá que se desdobrar. A torcida deveria contemporizar. Afinal, a qualidade técnica do elenco já não é essas coisas e Longuine, apesar dos pesares, é um dos destaques. É atleta para ganhar jogos. Deixá-lo confortável e satisfeito, é o passo inicial não só para abrir caminho para seu bom rendimento mas para que a própria Macaca construir boa campanha na Série B.

(Elias Aredes Junior)

3 Comentários

  1. Ele não foi vaiado .foi aplaudido, ele tera a chance de mostrar mais futebol, pois não treinou com o time principal, já que o técnico não gosta de jogadores ofensivos,curte um futebol , ficamos atraz E Deus nos ajude, mas entrar em campo na sexta ja mostrou disposicao de técnica e principalmente colocacao ao pegar o rebote e mandar para as redes , frustando os que adoram fumaça e a galinhada.
    O time apesar de trocar os atacantes.mandar embora os o
    Problematicos, medrosos e chinelinhos e contar com um tecnico discipulo do Parreira.onde Gol e um mero detalhe , se superou , com boa estreia de Marcondelli, e com a ajuda dos Céus pois o garoto e promissor Camilo , que quem não acompanha juniores como eu nem sabia quem era, e cuja posição e volante , entrou no lugar de um meia , acho que para manter o placar de zero a zero , mas fez a jogada que originou o gol contrariando o chefe acredito

  2. Elias, campanha boa na Série B??? Isso é o que quase a totalidade da torcida NÃO acredita que vá acontecer, raramente raios caem duas vezes no mesmo local, então campanha igual a feita com Kleina no final do ano passado dificilmente acontecerá.

    Quanto ao jogo contra o Operário, quem não sabia que o adversário viria só pra se defender e em uma ou duas jogadas tentaria definir o jogo? Pergunto, foi montado algum esquema pra derrubar a defesa do adversário nos diversos treinos secretos durante a semana? Se treinaram, em campo não funcionou, pra piorar a escalação 3 zagueiros, como se o Operário fosse propor o jogo, o que não aconteceu e mesmo na retranca ainda preocupou, teve defesa milagrosa do Ivan pra salvar da derrota.

    Quanto ao Longuine, por enquanto ainda tá devendo, porém não dá pra analisar apenas 1 jogo quando saiu do banco de reserva no 2o tempo. Tem muito a provar e vencer a desconfiança da torcida, precisamos ver se sua cabeça está no futebol ou no casamento espetaculoso que terá.

    Contra o Paraná veremos a mesma coisa, time retrancado pra decidir em uma ou duas jogadas, basta Jorginho ser competente e armar a equipe pra escapar dessa armadilha sem correr riscos.

Deixe Um Comentário