Após resultados ruins e declaração em entrevista coletiva, Jorginho é demitido da Ponte Preta

8
1.780 views

A Ponte Preta definiu na manhã deste domingo a demissão do técnico Jorginho. Apesar de ter permanecido em cinco das 18 rodadas da Serie B do Campeonato, o treinador não resistiu ao aproveitamento de 40% nas 10 partidas disputadas após a Copa América.

A reportagem do Só Dérbi apurou que outro fator foi decisivo: na entrevista coletiva de sábado, ele fez referências ao clube que não agradaram aos conselheiros. “No vestiário, se cobraram para dar um pouco a mais. É real que os jogadores estão sentindo a questão da arbitragem. Não é simples, dentro de um campeonato, mudar 119 anos de história. É um desafio que tenho como treinador, educador e alguém que trabalha muito o emocional”, disse o treinador.

Imediatamente, os telefones dos integrantes da diretoria executiva foram invadidos por mensagens de conselheiros e torcedores comuns e pedindo ao presidente José Armando Abdalla uma atitude.

Gilson Kleina é o favorito para assumir o cargo.

(Elias Aredes Junior)

8 Comentários

  1. Elias, além dos pontos que você tão bem elencou, acredito que o fato dele atribuir a queda de rendimento do time a fatores externos e aos próprios jogadores, se isentando de qualquer responsabilidade, também contribuiu para sua queda!

  2. Parabéns a diretoria, não estava conseguindo tirar nada dessa equipe, quando os salários estavam atrasados e menos reforços estavam produzindo mais.

  3. infelizmente concordo com Jorginho a pressão por uma conquista tá pesando a alguns anos na camisa da Ponte e todos que passam pelo Majestoso acabam patinando

  4. Um bom nome é sem dúvida;Gilson Kleina, em seguida Vadão, Jorginho já foi tarde, depois da sua declaração infeliz no final do jogo, sobre a história dos 119 anos, sua permanência ficou insustentável, quem ele pensa que é? KLEINA tem 99% de aprovação da torcida.

Deixe Um Comentário