Arena Ponte Preta: 146 dias de blá blá blá da Comissão da Arena e falta de atitude. Enquanto isso, Santos e Vasco avançam. Dá para confiar?

0
615 views

No dia 19 de setembro do ano passado, o Conselho Deliberativo da Ponte Preta tomou conhecimento pela primeira vez do projeto para a construção de uma arena no espaço em que se encontra o Centro de Treinamento do Jardim Eulina. A construção ficaria a cargo da W Torre.

Ainda existe a necessidade de aprovação do projeto pelo Conselho Deliberativo e  da Assembleia de Sócios. Enquanto isso, os trabalhos e o esclarecimento a opinião pública ficaria a cargo da Comissão formada para o projeto e que tem o comando de Eduardo Lacerda.

Apesar da visita ao prefeito Dário Saadi e de promessas feitas pelo presidente Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho, o trabalho desta instituição pode ser resumida em uma palavra: inércia. Muita teoria, promessa e nenhuma prática.

São 146 dias de fracasso administrativo, especialmente no que tange de esclarecimento ao torcedor pontepretano. Tudo restrito aos gabinetes. Um sinal eloquente que a massa, a torcida, está colocada em segundo plano. Especialmente o de baixa renda.

Não falamos de orelhada.

Existe um termo comparativo.

No dia 30 de setembro do ano passado, o Vasco da Gama, para explicar ao seu torcedor o projeto de reforma do estádio de São Januário em uma transmissão pela Vasco TV.

A cerimônia teve a presença do então presidente vascaíno Alexandre Campello, do vice-presidente de obras, Pedro Seixas e dos engenheiros responsáveis. Questionamento: a Ponte Preta chegou a promover algo parecido? Fez alguma transmissão para esclarecer o seu torcedor? Utilizou a Pontv para falar sobre o tema? Pense e tire suas conclusões.

Não parou por aí. No dia 08 de outubro, o Santos fez videoconferência para apresentar o seu projeto de reforma da Vila Belmiro. Na ocasião, o evento foi destinado aos associados (aproximadamente 24 mil ) teve a presença do prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, o arquiteto responsável, Luiz Volpato e o Walter Torre, que viria a falecer no dia 11 de dezembro do ano passado.

Percebam a diferença. Enquanto Vasco e Santos planejam a reforma de seus espaços e abrem o fluxo de informações para o maior número de pessoas , a Ponte Preta, representada pela comissão da arena, faz tudo sem dar satisfação aos torcedores. Repito: torcedores. Conversar com o Conselho Deliberativo, mas é muito pouco quando o tema é decidir sobre um patrimônio construído pelas mãos dos pontepretanos.

Como elogiar o trabalho da comissão da arena diante da comparação devastadora?

Tanto este portal como os torcedores só querem esclarecimento, informações e abertura ao diálogo. Desde a apresentação no dia 19 de setembro e nos 146 dias seguintes, o que se viu foi apenas discurso, teoria e frustração ao torcedor. Isso tem que acabar.

(Elias Aredes Junior)