As declarações de Elvis e a necessidade de postura aparecer no gramado

0
1.730 views

Após o jogo contra o Atlético-GO o armador Elvis assumiu a responsabilidade. Saiu da toca. Em entrevista ao Premiere Futebol Clube ele dissertou sobre os erros de arbitragem e os problemas vividos no gramado.

Ele disse: “ “Quero pedir desculpas ao torcedor que nos apoiou desde o começo do jogo. Não conseguimos render dentro de campo. Não quero tirar o mérito do Atlético-GO, mas o que a arbitragem está fazendo com a Ponte Preta é uma vergonha. Foi um pênalti que deram que bateu na barriga(contra o Mirassol). Para nós nunca é pênalti ou nada. O VAR demorou seis minutos para dar o gol. E no segundo tempo não teve jogo. Os caras só picotaram\(com faltas). A gente vai melhorar, ganhar jogos e a Ponte Preta não vai cair. Só queremos uma arbitragem justa”, disse.

São várias camadas. Em primeiro lugar, Elvis adota um procedimento dificil de verificar na atual estrutura pontepretana: conceder satisfação perene ao torcedor. Submeter-se a sabatinas dos jornalistas e esclarecer o torcedor. É o minimo.

Muitos torcedores ainda colocam fé nos pés do camisa 10. Consideram que tecnicamente ele pode ser útil. Não discordo. Mas ele precisa também demonstrar identica postura.

Sua entrevista foi melhor do que o rendimento no gramado. Elvis prometeu que o time não vai cair. Tomara que ele esteja certo.

(Elias Aredes Junior com foto de Marcos Ribolli-Pontepress)