Atuações Ponte Preta: rendimentos individuais de baixo nível comprometem uma estratégia adequada

0
410 views

Confira as notas da Ponte Preta contra o Bahia:

Caíque França- Falhou no lance do gol do Bahia. 4,5

Bernardo- Foi totalmente sugado pelo ataque do tricolor de aço no primeiro tempo. Melhorou no segundo tempo. 5,0

Igor Formiga- Entrou e ficou preocupado com a marcação. 5,0

Thiago Oliveira- Foi muito exigido. Altos e baixos. 5,5

Fabrício- Quando a velocidade aparece, ele não consegue fazer nada. 3,0

Jean Carlos- Jogo muito ruim e envolvido pela marcação. 4,0

Fraga- Marcou demais. Errou passes. Mas se desdobrou. 5,5

Léo Naldi- Escondido em boa parte do jogo. 4,5

Ramon- Foi mais efetivo no segundo tempo, quando carregou a bola e se apresentou como opção. 5,5

Echaporã- Não foi bem. Sumido. 4,0

Danilo Gomes- Abriu espaço, arrancou no rumo do ataque e incomodou a defesa. Partidaça. 7,0

Matheus Anjos – Escondido no primeiro tempo. Ativo na etapa final. 5,5

Fessin- Jogador certo e na hora certa. Pena que não resolveu. 5,5

Luiz Fernando- Conseguiu fazer muito pouco. 4,0

Gabriel Venâncio- Entrou no final. Sem nota.

Técnico: Hélio dos Anjos- É preciso reconhecer que ele mudou a postura da equipe no segundo tempo. Mas o problema não é tático. É técnico. No geral, a qualidade da equipe é bem baixa. A torcida vai sofrer. Quanto ao treinador, neste jogo ele fez o que era possível. 5,0