Autenticidade é a arma de Gilson Kleina para conquistar o elenco

0
367 views

Ao assumir o cargo de treinador da Ponte Preta, o técnico Gilson Kleina sabe que tem uma missão pela frente, que é a de conquistar a confiança dos atletas, que nunca esconderam em entrevistas e nas redes sociais o carinho que tinha pelo antecessor Jorginho. Para ele, tudo será viabilizado no seu devido tempo. “Não quero substituir o carinho pelo ex-treinador. Só vou conquistá-los se for do meu jeito. Sou como me conhecem. Falo diferente, com mobilização diferente. Se não for eu mesmo, serei menos do que sou. Sou autêntico, assim como Jorginho”, afirmou o técnico em entrevista coletiva na tarde de hoje no Majestoso.

Segundo ele, não há como patrocinar qualquer disfarce. A autenticidade é o caminho para que o vestiário fique do jeito que ele deseja. . “A diferença é a forma de passar o futebol. Cada um tem uma expressão. A gente tem de pensar no objetivo, como todos que passaram por aqui pensaram. Parece que há muito tempo, mas tenho de recuperar e conhecer os atletas, pensar em formações”, disse o comandante da alvinegra.

Para ele, não há o que temer em relação aquilo que ele faz. “Vou conquistar o grupo por meio da minha transparência, seriedade e profissionalismo. Acima de tudo, passar essa paixão e sentimento. Quando entrarmos em campo, que façamos o nosso melhor”, completou.

O provável time deverá ser de: Ygor (Ivan); Arnaldo, Renan Fonseca, Reginaldo e Diego Renan; Edson, Gerson Magrão e Alex Maranhao; Everton, Roger (João Carlos) e Marquinhos.

(Elias Aredes Junior)

Deixe Um Comentário