Novo Profut: Ponte Preta e Guarani seguem caminhos distintos. Isso é correto?

1
830 views

 

O presidente da Ponte Preta, José Armando Abdalla Junior participou nesta quarta-feira de uma reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia e com representantes de outros clubes.

Na semana passada, o comandante do Guarani, Ricardo Moisés também esteve com parlamentares para discutir mudanças no profut e o projeto de lei apresentado pelo deputado Pedro Paulo (MDB-RJ) e que abriria espaço para os clubes virarem empresas.

Segundo Abdalla, o saldo colhido foi positivo. “ Os projetos estão sendo trabalhados em caráter de urgência e devem ser um marco no futebol brasileiro, promovendo mudanças profundas”,  disse o presidente pontepretano.

De acordo com  ele, o projeto visa incentivar e proteger quem aposta na formação de atletas. “Há um viés muito grande de incentivar e proteger a formação de atletas nas Bases dos clubes. Além disso, haverá mudanças em relação às questões trabalhistas dos atletas, que não deverão mais seguir regras diferenciadas, e nas possibilidades de captações internacionais”, afirmou.

Já o Guarani, na semana passada enviou ao deputado Pedro Paulo uma sugestão de que o pagamento da primeira parcela da divida tenha o valor referente a um percentual do faturamento do clube e não por um pedaço do montante da divida.

Comentário: Apesar de viverem instantes distintos no aspecto financeiro, chama atenção a falta de sintonia de Ponte Preta e Guarani para realizarem uma ação conjuntura. Rivalidade deveria ficar apenas no gramado. Uma pena que em Campinas tal conceito não seja seguido.

(Elias Aredes Junior)

1 Comentário

  1. No caso do Profut, a Ponte aderiu à anos e vem pagando, inclusive tributos , o que lhe rendeu a CND , e atravez disto várias verbas do governo para divisões de Base, e muito diferente a situação do outro time,além de não ter como pagar o valor certo, ainda tem não recolhe tributos mensais, como equiparar

Deixe Um Comentário