Carpini pede calma e extermínio da ansiedade para vencer o Paraná e fugir do Z-4

0
148 views

Na última entrevista antes do jogo deste sábado, às 11 horas, contra o Paraná, no estádio Brinco de Ouro, o técnico interino Thiago Carpini buscou tirar o peso e a pressão do elenco, que com uma vitória sairá da zona do rebaixamento.

Para ele, é preciso observar o campeonato de modo mais amplo. Para ele, a saída da zona do rebaixamento sairá de maneira natural. “Que a gente tenha paciência e equilíbrio, independe das circunstâncias em que o jogo se desenhe. O campeonato não acaba amanhã, independente do resultado, saindo ou não do rebaixamento. Já disse isso em outras oportunidades. Calma, equilíbrio e passo a passo”, disse o treinador.

A meta é evitar o que aconteceu diante do Oeste, quando a ansiedade foi o principal inimigo do time bugrino, e a equipe perdeu por 3 a 2. “Chegamos em situação difícil em 22 rodadas. Não é em uma ou duas que temos de dar resposta imediata. Isso tem de ser feito jogo a jogo”, disse.

Entretanto, um aspecto positivo, segundo ele, não pode ser esquecido, que foi a reação técnica da equipe nas ultimas rodadas. “O Guarani, mesmo nas derrotas, perdeu jogando futebol, propondo, gostando de ter a bola, construindo, sendo um time mais vibrante e competitivo. Fico muito incomodado em ter uma equipe passiva. Acho que a gente estava desta maneira. A resposta deles foi maravilhosa”, completou o técnico.

O provável Guarani deverá ser de: Klever; Lenon, Luiz Gustavo, Diego Giaretta e Bidu; Deivid, Igor Henrique, Lucas Crispim, Arthur Rezende; Davó e Michel Douglas.

(Elias Aredes Junior)

Deixe Um Comentário