terça-feira , 21 agosto 2018
Home / Destaque / Com dores musculares, Pará e Philipe Maia viram dúvidas para enfrentar o Juventude

Com dores musculares, Pará e Philipe Maia viram dúvidas para enfrentar o Juventude

A penúltima atividade do Guarani em solo campineiro, antes de embarcar para Caxias do Sul, onde enfrenta o Juventude, na sexta-feira, às 19h15, no Alfredo Jaconi, teve duas ausências importantes. Com dores musculares no adutor, Philipe Maia e Pará não participaram do treinamento e são dúvidas para o final de semana.

Na zaga, o substituto natural é Éverton Alemão. O defensor, contratado após bom desempenho pelo São José-RS, estreou no dérbi e não ganhou mais oportunidade. Agora, treinou ao lado de Edson Silva e é o substituto natural no setor. Na lateral-esquerda, Pará ainda sente ritmo de jogo, após seis meses de inatividade, e deve dar lugar a Marcílio, titular em boa parte da temporada.

O Departamento Médico bugrino aguarda os resultados dos exames para saber se a dupla, ao menos, será relacionada. A tendência, no entanto, é que sejam preservados da viagem – a definição acontece nesta quarta. O rodízio entre os jogadores, inclusive, já havia sido cogitado pelo técnico Umberto Louzer após a vitória diante do CRB – o Alviverde tem cinco jogos, sendo três como visitante, em 19 dias.

Problemas musculares tornaram-se frequentes entre os jogadores bugrinos a partir de abril. Se na campanha vitoriosa da Série A2 do Campeonato Paulista a comissão técnica não teve dificuldades dessa magnitude, nos últimos 60 dias contusões desse tipo atingiram boa parte dos titulares. Baraka, Bruno Nazário e Bruno Mendes foram desfalques por essa razão.

(texto e reportagem: Lucas Rossafa/foto: Letícia Martins – Guarani Press)

Veja Também

Vencer o Londrina e secar os rivais: o caminho da Ponte para chegar ao dérbi no G4

O O dérbi com o Guarani é no sábado, mas é fundamental para a Ponte ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *