domingo , 24 setembro 2017
Home / Imagens / Com lesão ‘misteriosa’, Cajá tem apenas três jogos em 45 dias

Com lesão ‘misteriosa’, Cajá tem apenas três jogos em 45 dias

O torcedor da Ponte Preta vai viver mais alguns momentos de expectativa: o departamento médico da Ponte Preta ainda não se pronunciou de forma especifica sobre o condicionamento de Renato Cajá. A versão oficial do clube é que o atleta tem sido submetido a uma série de exames e foi avaliado com um desconforto muscular antes da partida contra o Sport.

A última partida do meia foi há 15 dias, quando atuou em 45 minutos na derrota para o Corinthians por 3 a 0, em jogo válido pela final do Campeonato Paulista. Antes disso, não atuou por 25 dias devido a lesões musculares. Em pouco mais de 45 dias desde que retornou  ao Majestoso, atuou em três partidas: Santos (1º jogo das quartas de final do Paulista), Gimnasia y Esgrima (1º jogo da Copa Sul-Americana) e Corinthians (1º jogo da final do Paulista).

Em sua última aparição, a forma física chamou atenção e o atleta foi alvo de críticas. O assunto é, aliás, tratado com cautela no clube para evitar novas polêmicas. A propósito, Cajá está sendo substituído pelo terceiro jogo consecutivo por Ravanelli – este já conta com excelentes números e deu ao menos uma assistência por jogo.

No elenco, a ordem é evitar que os problemas físicos de Cajá tenham influência no desempenho da Ponte Preta nas etapas decisivas da Copa Sul-Americana e na arrancada do Campeonato Brasileiro. Além de Ravanelli, o veterano Xuxa já se apresentou como uma peça importante no banco de reservas.

(texto e reportagem: Júlio Nascimento)

Veja Também

marcelocabo

Cabo mantém sistema tático, mas promove seis mudanças na equipe titular do Guarani

O técnico Marcelo Cabo cogitou, mas refutou em um primeiro momento a utilização do esquema ...

1 Comentário

  1. Bem vindo ao jogo de xadrez, este SEMPRE terá suas cores Preto e Branco ou vice e versa.
    Bom aqui as figuras substituirei pelos personagens da nossa realidade.
    Onde a Rainha é o clube PONTE PRETA, o Rei o imponente MAJESTOSO, as torres a diretoria, seus cavalos os conselheiros, os peões se mesclam entre jogadores e torcedores que querem tem uma a nega veia livre de CORPO E ALMA, nossos oponentes são os empresários, administradores de contratos maus esclarecidos e alguns atravessadores.
    Comecemos o jogo, todos os peões prontos a defender seu clube e time, aos quais são leais, somos golpeados, covardemente por sangue sugas, grupos coligados e interessados em ruir nosso patrimônio, historia, PAIXÃO e tradição, mas resistimos duramente, sem trégua quantos anos for para manter nossa amada PONTE PRETA de pé e forte, mas para que isso aconteça, também temos que ter a ajuda dos cavalos e esses não podem ser bastardos, mas sim PUROS SANGUE, sem dizer que nossas torres ter que ser de rochas milenares com conhecimento de CAUSA não de areia e cal, por que assim somente assim manteremos a hegemonia alvi negra acima de tudo, com um clube um time competitivo e com súditos verdadeiros.
    Pois não precisamos e não queremos embusteiros em nossa agremiação ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA PONTE PRETA, pois ela é nossa e não de ervas trepadeiras que retiram sua seiva preciosa, que é o grito e a vontade de nossa torcida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *