Conselho Deliberativo da Ponte Preta adia reunião e faz serviço pela metade.

0
238 views

O presidente do Conselho Deliberativo da Ponte Preta, Tagino Alves dos Santos, publicou edital para cancelar a reunião que analisaria o balanço financeiro e sua posterior aprovação e publicação.

Medida correta diante daquilo que passamos devido a pandemia do Coronavírus. Só existe um problema: o serviço foi feito pela metade.

A lei Pelé determina que os clubes devem publicar as suas análises financeiras até o dia 30 de abril. E lógico que tal cronograma foi atrapalhado devido ao coronavirus e a consequente quarentena imposta as pessoas.

Independente de qual data ser marcada, a Ponte Preta deveria imediatamente encaminhar consultas ao governo federal e as autoridades competentes para saber se o prazo será prorrogado e para quando. E lógico comunicar a comunidade pontepretana.

Mais: em tempos de tecnologia e modernidade, já passou da hora do Conselho Deliberativo planejar a possibilidade de votação eletrônica, pela internet , sem presença física, o que poderia ser acionado em instantes delicados, como esses que vivemos no momento.

Se o Congresso Nacional brasileiro já tem tal possibilidade, o que impede a Macaca de adotar tal procedimento? Pois é.

Seria interessante colocar à disposição no site oficial os relatórios financeiros para que a analise seja realizada de modo pormenorizado pelos conselheiros. Com a quarentena, mesmo aqueles que executam seus trabalhos de modo remoto, podem encontrar um tempo maior para apontar as virtudes e os defeitos.

Cancelar a reunião em virtude da pandemia do coronavirus é salutar. Mas fazer o serviço pela metade é algo negativo.

(Elias Aredes Junior)

Deixe Um Comentário