Desfalques deixam Roberto Fonseca em uma sinuca de bico: como deixar o Guarani competitivo para encarar o Bragantino?

4
1.020 views

Em duas partidas, contra São Bento e Sport, o Guarani sofreu um gol. Ocorreu uma nítida melhora do setor defensivo. Equipe melhor posicionada e que quase não dá chance para o oponente penetrar dentro da área. Posicionamento que chega a melhorar até o futebol de Ferreira. Sem esquecer a boa produtividade de Luiz Gustavo, que auxilia o companheiro em instantes decisivos.

Não arranco suspiros e tampouco admiro o volante com estilo Brucutu, mas na atual conjuntura o desfalque de Deivid é uma péssima noticia para o confronto contra o Bragantino. Primeiro que o Guarani não jogará contra o líder e sim diante do melhor ataque da segundona nacional com 19 anotados e proprietária da melhor defesa com sete gols sofridos.

Já sabemos que o Alviverde tem dificuldades para anotar gols. São oito gols em 13 rodadas.  O pior ao lado de Criciúma e América Mineiro.

O jeito é trancar. Defender e buscar a vitória em uma bola parada ou contra-ataque com Davó. Mas sem uma defesa seguro, o plano, que já é capenga, pode naufragar.

Roberto Fonseca tem até sexta-feira para sair desta cilada. Convenhamos: missão ingrata.

(Elias Aredes Junior)

4 Comentários

  1. Sinuca de bico nada, bota o Acorsi e ou sobe o Lenon pra volante, até pq Bruninho ta rendendo dez vez mais que o Lenon estava rendendo na lateral

  2. Paulino ; Bruno Souza, Luiz Gustavo, Giareta e Thallyson ; Bruno Lima, Ricardinho, Igor e Bady ; Davó e Michel . ( Opção do Renanzinho no lugar do Bady ou do Michel )

  3. Deivid é realmente um desfalque, pois não temos ninguém com suas características no elenco.

    Mas discordo totalmente da sua opinião, de que o Guarani deva jogar retrancado e por uma bola.
    Primeiro que jogamos em casa e a torcida não permitirá tal covardia.
    Acho que você não acompanhou o jogo deles com o Cuiabá.

    Sentiram muitas dificuldades quando o Cuiabá foi para cima, por pouco não perderam o jogo.
    E convenhamos, o Cuiabá não é nenhum super time.

    Red Bull na minha visão é um bom time. Mas isso se dá frente a mediocridade em que o campeonato se encontra.
    Mas na minha visão é superestimado pela imprensa.