sábado , 15 dezembro 2018
Home / Destaque / DM x pendurados: Guarani vive dilema para ter equilíbrio na reta final da Série B

DM x pendurados: Guarani vive dilema para ter equilíbrio na reta final da Série B

O Guarani tem motivos de sobra para, simultaneamente, encher-se de alívio e preocupação. Enquanto o Departamento Médico se esvaziou, o alto número de pendurados chama a atenção para a reta final da Série B do Campeonato Brasileiro.

Dez jogadores estão com a corda no pescoço e acumulam dois cartões amarelos no currículo. São os casos de Bruno Mendes, Bruno Xavier, Caíque, Edson Silva, Everton Alemão, Kevin, Philipe Maia, Rafael Longuine, Rondinelly e Willian Oliveira. Entre os nomes, cinco são titulares.

Por outro lado, o técnico Umberto Louzer deve ter, nas 11 rodadas finais, quase todo o elenco à disposição. Se antes os lesionados tiravam seu sono, agora há motivos para celebrar. O Departamento Médico bugrino trabalha apenas com Bruno Souza e Anselmo Ramos, ambos em recuperação de cirurgia no ligamento do joelho e só retornam aos gramados na temporada seguinte.

No primeiro turno dos pontos corridos, peças importantes estiveram fora de ação por problemas musculares – Baraka, Bruno Nazário e Bruno Mendes. Graças à reformulação introduzida no início da temporada pela diretoria, os doutores Raí Cruz, Marcos Amstalden e Wanderson Eugênio são, no momento, os responsáveis pela recuperação física dos jogadores.

Sétimo colocado na tabela de classificação da Série B do Campeonato Brasileiro com 41 pontos, o Guarani volta a campo apenas dia 22 de setembro, sábado, quando recebe o CSA, às 19h, no Brinco de Ouro.

Clique aqui para mais notícias do Alviverde.

(texto e reportagem: Lucas Rossafa)

Veja Também

Ponte Preta buscar contratar volantes para a próxima temporada

Com a saída de Lucas Mineiro para a Chapecoense e de Nathan ao Atlético Mineiro, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *