Em entrevista especial ao Só Dérbi, técnico Paulo Roberto Falcão fala sobre o futebol brasileiro e suas tendências

0
187 views

Ele foi a principal estrela do Internacional de Porto Alegre que encantou o Brasil no final na década de 1970. Foi tricampeão brasileiro e após perder a final da Copa Libertadores de América de 1980 para o Nacional, rompeu fronteiras ao fazer história na Roma ao vencer o Campeonato Italiano de 1983.

Paulo Roberto Falcão é um senhor do tempo. Diferente. Culto. Cidadão do mundo. Conversar com o eterno camisa 15 da Seleção Brasileira de 1982 é uma oportunidade para aprender sobre futebol.

Nesta entrevista ao Só Dérbi e para a Rádio Brasil, Falcão fala sobre a presença de técnicos estrangeiros no Brasil, as dificuldades de se implantar um trabalho de médio e longo prazo e ainda sobre a influência da educação para a formação intelectual do atleta brasileiro. Como exemplo como isso interfere, ele cita o fato de que vários atletas da seleção holandesa que tinham um Q.I acima da média e que com isso facilitou o trabalho de Rinus Michels. “E estamos falando de algo que aconteceu há 46 anos”, afirmou.

Ele também não desiste de enfatizar: time bom é aquele que emociona o torcedor, o que não acontece no futebol brasileiro da atualidade. (Elias Aredes Junior)

 

Confira o áudio no link abaixo:

(Elias Aredes Junior)