Exclusivo Só Dérbi: Tiãozinho não aceita sugestões de Carnielli para profissionalização da Ponte Preta

0
1.209 views

A instalação do colegiado para conduzir os destinos do departamento de futebol e o convite feito aos ex-presidentes Sérgio Carnielli e Vanderlei Pereira foi uma maneira diplomática para que o  atual presidente Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho, não entrasse em conflito após a tomada de uma decisão administrativa.

A reportagem do Só Dérbi apurou que Carnielli teria recomendado para Tiãozinho que ocorresse a contratação de um CEO (diretor executivo), ou seja, alguém que seria responsável em planejar e direcionar o clube na parte administrativa. Carnielli considera ainda que mais um executivo de futebol deveria ser contratado. Tiãozinho teria declinado das ideias.

Carnielli apostaria em tal metodologia porque consideraria que a profissionalização é o único caminho não só para deixar a Macaca em outro patamar no futebol brasileiro como também a de viabilizar a construção da Arena no Jardim Eulina.

A reportagem do Só Dérbi procurou o presidente pontepretano e ele enviou a seguinte resposta por intermédio da assessoria de imprensa: “Em momento algum foi sugerido o nome do Eduardo Lacerda com CEO pelo presidente de honra Sérgio Carnielli. O presidente Sebastião Arcanjo, porém, já havia adiantado em duas entrevistas que é do entendimento dele, Tiãozinho, que em algumas áreas é necessário um profissional contratado como diretor”, afirma a nota. Continua o texto: “Em  específico, na opinião de Tiãozinho, os diretores de Marketing e de Futebol deveriam ser profissionais remunerados. “Contudo, não há embasamento legal para isso. No momento tramitam no Congresso projetos que propõe novos modelos de profissionalização dos times que podem apontar uma direção, bem como pode vir a ocorrer uma mudança estatutária  neste sentido,  porém no momento não é possível do ponto de vista legal termos um diretor remunerado.”, afirmou o dirigente.

Observação: o Só Dérbi sustenta as informações publicadas.

(texto e reportagem: Elias Aredes Junior)

Deixe Um Comentário