Explicações, análises e avisos após a derrota em Itapólis

1
305 views

Enfatizar a luta e a dedicação dentro do gramado foi a estratégia defendida pelos jogadores pontepretanos após a derrota para o Oeste por 3 a 1. Todos reconhecem que existe a necessidade de buscar a melhoria do rendimento técnico para  encarar o Santos na quarta-feira, em Campinas. “Resultado negativo  é complicado até porque almejamos coisas grandes. Todo mundo errou e vamos acertar para ganhar os três pontos”, afirmou o zagueiro Ferron.

Sua análise ganhou a concordância dos companheiros de equipe. “No primeiro tempo começamos bem e ainda temos muita coisa a melhorar”, disse o volante Elton. “O time precisa acertar algumas coisas e temos um jogo agora para reverter”, completou o goleiro Matheus.

Para o treinador Vinicius Eutrópio, o momento é de reflexão. Para ele, não se pode cair no erro de promover uma caça às bruxas, apesar de reconhecer as limitações de opções no elenco, como no caso do homem encarregado da armação. “Só que não podemos esquecer que uma das primeiras contratações foi o Martinuccio, um armador. Ninguém esperava que aquilo que iria acontecer (saída por discordar do tratamento do departamento médico)”, afirmou o técnico, rápido em explicar a conjuntura do futebol. “Quando você dedica atenção para um, você perde a chance de contratar outros. Temos sete volantes e alguns jogadores não dão segurança física, como Ferrugem e Renato”, completou o técnico Vinicius Eutrópio.

(texto e reportagem: Elias Aredes Junior)

1 Comentário

Deixe Um Comentário