segunda-feira , 25 março 2019
Home / Guarani / Grupo de Conselheiros apresenta pedido para iniciar processo de cassação do presidente Palmeron Mendes Filho e do Conselho Fiscal

Grupo de Conselheiros apresenta pedido para iniciar processo de cassação do presidente Palmeron Mendes Filho e do Conselho Fiscal

Em documento protocolado no final da tarde de quinta-feira, dia 14, na Secretaria do estádio Brinco de Ouro, sete integrantes do Conselho Deliberativo do Guarani pedem ao presidente do orgão, Toni Pesio Cassaro, a realização de uma reunião extraordinária do CD para iniciar o processo que culminaria com a realização da Assembleia de Sócios para analisar a cassação do presidente do Conselho de Administração, Palmeron Mendes Filho e a destituição de todos os integrantes do Conselho Fiscal. O pedido é assinado pelo ex-presidente Horley Senna, o empresário Nene Zini e por Antonio Carlos Brasio Soares, Antonio Carlos da Silva Ramires, Renato Luis Agnello e Toni Doverson Marcelo de Oliveira.

O documento de 29 páginas relata que Palmeron infringiu alguns pontos estatutos do clube e que não teria mais condição legal de permanecer no cargo. O primeiro ponto seria a ausência de planejamento anual na parte administrativa e contábil, além da não apresentação dos relatórios financeiros trimestrais estabelecidos pelo estatuto. Existe ainda o pedido de investigação sobre a transferência de alguns atletas,como do atacante Edinho ao Atlético Mineiro.

Outro motivo para requisitar a cassação, de acordo com os conselheiros, seriam os atrasos de salários, o que na visão dos requisitantes atrapalhou na busca do acesso na Série B do Campeonato Brasileiro, sem contar as 46 ações trabalhistas e que totalizam R$ 4,436 milhões. Pelo documento, Palmeron violou os artigos 31, 60, 25 e 27 do estatuto social.

(Elias Aredes Junior)

Veja Também

O que Vinicius Eutrópio precisa fazer para vencer a rejeição no Guarani?

Vinicius Eutrópio foi rejeitado pela torcida do Guarani. Fato. Sua contratação não agradou. A biografia ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *