terça-feira , 18 dezembro 2018
Home / Destaque / Guarani é pressionado, vacila no final e perde do São Bento em Sorocaba

Guarani é pressionado, vacila no final e perde do São Bento em Sorocaba

Em jogo emocionante e cheio de alternativas, o Guarani vacilou nos minutos finais e perdeu do São Bento por 1 a 0, em jogo realizado nesta sexta-feira e válido pela Série B do Campeonato Brasil. O revés deixou o Alviverde com 45 pontos, mas ainda próximo da zona de classificação. O próximo desafio será no próximo sábado, dia 13, contra o Avaí, no Brinco de Ouro. Na oportunidade, o time não contará com Felipe Rodrigues, expulso.

O Guarani tinha a vitória como prioridade. Somar três pontos era o requisito fundamental para buscar o acesso. Mas quando a bola rolou, tudo mudou. O time da casa adiantou a marcação, dificultou o trabalho do meio-campo bugrino e criou as melhores oportunidades, embora estas não tenham sido muito numerosas. Mais cauteloso, o Bugre permaneceu atrás no começo da partida, mas depois se soltou e equilibrou as ações, levando perigo principalmente no contra-ataque. O instante mais perigoso foi aos 21min, após cobrança de escanteio fechado, Ewerthon. Páscoa deu de calcanhar para trás, e Francis bateu de primeira e desperdiçou.

O segundo tempo foi uma prova de fogo. O Guarani ficou acuado e o São Bento soube ocupar os espaços. Resultado: uma pressão avassaladoura e gols desperdiçados, apesar da chance perdida por Matheus Oliveira. Aos 10min, Roni bate uma bola cheia de veneno para a área, fechada. Vasconcelos fecha, mas não  finaliza. Dois minutos depois, Agenor apareceu para impedir o gol olímpico. Aos 18 minutos, foi a vez de Roni bater novo escanteio fechado e o Tony perder o gol quase feito.

O ápice foi aos 37min, em escanteio para Ewerthon colocar no travessão. Não havia espaço para puxar os contra-ataques e em uma das únicas exceções, o Guarani viabilizou a expulsão de Ewerton Páscoa.

Jogo nervoso, truncado e o troco surgiu aos 47min em falta cometida por Felipe Rodrigues e que gerou a sua expulsão. Na cobrança da falta, aos 48min, Anderson Salles bateu e o zagueiro Luizão surgiu para balançar as redes e decretar a vitória dos donos da casa e a frustração da torcida bugrina.

FICHA DO JOGO

SÃO BENTO

Rodrigo Viana; Tony, Ewerton Páscoa, Anderson Salles e Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia, Dudu Vieira e Zezinho (Diogo Oliveira); Gabriel Vasconcelos (Luizão), Francis e Roni (Cléo Silva). Técnico: Marquinhos Santos

GUARANI

Agenor, Kevin, Ferreira, Fabrício e Pará; Willian Oliveira  (Fabricio Bigode) e Ricardinho; Matheus Oliveira, Rafael Longuine (Matheus Anjos) e Jefferson Nem (Felipe Rodrigues); Bruno Xavier. Técnico: Umberto Louzer

Gol: Luisão aos 48 minutos do segundo tempo

Renda: R$ 61.785

Público: 3690

Cartões Amarelos: Marcelo Cordeiro, Cléo Silva, Luizão, Felipe Rodrigues, Luizão, Fabricio Bigode

Cartões Vermelhos: Ewerthon Páscoa, Felipe Rodrigues

Juiz: Rodrigo Carvalhaes de Miranda

Horário: 21 horas

Local: estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba

Veja Também

Abdalla garante chegada de reforços na Ponte Preta ainda nesta semana

Pressionado pela torcida nas ruas e nas redes sociais, o presidente da Ponte Preta, José ...

1 Comentário

  1. Nenhum comentário sobre os 2 lances em que o juíz podia ter dado pênalti pro São Bento…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *