Guarani reafirma zelo pela ética no esporte e resultado no gramado. Ainda bem!

0
328 views

O Blog do Paulinho noticiou na manhã desta terça-feira que a diretoria do Guarani queria utilizar uma brecha aperta pelo Corinthians ao escalar Davó para pedir a retirada de seis pontos na classificação geral.

Imediatamente, a diretoria do Alviverde posicionou-se e reafirmou que aceitou o resultado dentro do gramado e recusou qualquer manobra aventura jurídica. E deixou claro que o imbróglio que envolve o atacante ainda carece de discussão e apresentação de argumentos na Justiça.

Não há como recusar o fato de que é uma atitude madura por parte do Conselho de Administração. Reafirmar o seu pacto com a ética no esporte é o mínimo que se espera de um grupo político que sempre afirmou o desejo de revolucionar dentro e fora do gramado. Palmas para os dirigentes.

Isso não isenta os dirigentes, no entanto, de encaminharem a Justiça explicações convincentes. Os pedidos do juiz são sérios. Suas acusações são graves. Afinal, o dinheiro era para ter sido recebido em uma conta e foi depositada em outra.

E, na visão do magistrado, o documento não deveria ser assinado por Palmeron Mendes Filho. Esperamos que tudo seja esclarecido e o simples seja estabelecido: o Guarani tenha aprovação judicial e que Davó siga sua carreira. Simples assim.

(Elias Aredes Junior)

Confira abaixo a resposta do Guarani assinada por Ricardo Moisés:

NOTA OFICIAL – ANULAÇÃO DE PARTIDA

O Guarani Futebol Clube se manifesta, pela presente, em decorrência de especulações trazidas nesta data sobre uma suposta intenção sua de obter juridicamente vantagem sobre a decisão judicial proferida pela 9ª Vara Civil da Comarca de Campinas, parte integrante do processo envolvendo o Guarani e a empresa RDRN.

O Guarani Futebol Clube, através do seu Conselho de Administração, pela presente, reconhece que o Sport Clube Corinthians Paulista não foi intimado da decisão proferia nos autos do referido processo até o momento, portanto trata-se de processo judicial ainda em andamento, dentro de prazo legal para manifestação de partes.

O Guarani Futebol Clube esclarece, através do seu Conselho de Administração, a todos os seus Torcedores e Associados que não participará de nenhuma aventura jurídica.

O Guarani Futebol Clube, através do seu Conselho de Administração, considera que o resultado que o eliminou das quartas de final do Campeonato Paulista aconteceu dentro de campo e, diante disto, não deverá ser discutido em outra esfera que não a desportiva.

 

Atenciosamente

Ricardo Miguel Moisés

Presidente do Conselho de Administração