Gustavo Bueno acerta nas contratações para a Ponte Preta? Não faz nada mais que sua obrigação

1
446 views

As contratações de Thiago Marques e Renan Motta provavelmente devem elevar a qualidade do elenco da Ponte Preta. Atletas com capacidade e perfil para a Série B. Como a equipe está em boa campanha nada mais natural valorizar os responsáveis pelas aquisições.

No caso, o executivo de futebol Gustavo Bueno autorizado pelo presidente José Armando Abdalla Junior e o diretor financeiro Gustavo Valio. A valorização excessiva é uma armadilha fácil de abraçar.

CONTINUA APÓS A PROPAGANDA

Um requisito deve ser ressaltado. Não é questão de pegar no pé ou possuir má vontade, mas o trabalho momentâneo tanto de Gustavo Bueno como de Valio, caso seja confirmado em novembro,  será apenas uma maneira de ressarcir o clube pelo rebaixamento colhido no Brasileirão de 2017.

Em 2017, a Macaca teve R$ 69 milhões de orçamento para o departamento de futebol. Pode ser pequeno comparado aos gigantes do futebol brasileiro ou até do Athletico Paranaense, que na mesma temporada teve R$ 160 milhões para gastar. Mesmo assim, é muito dinheiro.

E o que fez Gustavo Bueno autorizado por Valio, que já era respaldado por Valio, comandante financeiro do então presidente Vanderlei Pereira? Trouxe atacantes limitados como Negueba, zagueiros como Fábio Ferreira e armadores como Xuxa, que em nenhum momento demonstrou vontade e raça.

Ou seja, caso o acesso aconteça, Gustavo Bueno só fará a correção de um erro de gestão cometido no passado. No fundo, no fundo, bem lá no fundo, não terá feito nada mais que sua obrigação.

(Elias Aredes Junior)

1 Comentário

  1. Aqui é uma Tribuna Democrática.
    Analisar é uma coisa julgar é outra.
    Em 2017 forma muitos erros como você mencionou mais este Brasileiro da B após o Gustavo assumir evoluiu demais.
    Peças pontuais foram contratadas e a base foi vista com outros olhos isto tem feito a diferença.

Deixe Um Comentário