Luta contra o rebaixamento na Série A-2: um assunto que gera razão e emoção na torcida da Ponte Preta

0
346 views

O torcedor da Ponte Preta encontra-se na expectativa de retomada do Campeonato Paulista e a busca de duas vitórias, contra Novorizontino e Mirassol, que trariam a redenção e a fuga do rebaixamento.

Motivos não faltam para uma visão otimista. A maioria das equipes paulistas encontram-se desmanteladas e já perderam seus principais jogadores. A própria Ponte Preta já desfalcou Mirassol, com as saídas de Ernandes e Camilo e o Santo André, que não tem mais o capitão Luizão.

Ao trocar ideias com amigos e torcedores pontepretanos identifico dois grupos.

O primeiro é absolutamente racional. Considera que o time é limitado, sem força para reagir e que o rebaixamento, apesar de dolorido, poderia colaborar para uma mudança de ares e de processo administrativo na Macaca.

Sem recursos, o jeito seria apelar para as categorias de base e dar chance a novos dirigentes que colocassem o clube em um rumo diferente.

Outra turma tem uma dose de emoção misturada com razão. O pânico fica instalado só de pensar no time em campo na Série A-2 do Campeonato Paulista.

A razão entra em campo no tocante a questão financeira: os prejuízos seriam incalculáveis e produziria consequência na segunda parte do calendário na disputa da competição nacional.

Por que? Simples: exisitiria a necessidade de montagem de dois times, um para a Serie A 2 e outro para competição nacional.

Solução? Que a diretoria batalhe com todas as forças para que ocorra o cancelamento do rebaixamento. Seria um alivio em meio de tanto contratempo.

Agora em um ponto tenho certeza que um grupo e outro concordam: tudo isso poderia ser evitado se decisões corretas fossem tomadas. Agora não tem jeito: é buscar um caminho que traga o menor dano possível.

(Elias Aredes Junior)

Deixe Um Comentário