quarta-feira , 14 novembro 2018
Home / Artigos/Opinião / Nivaldo Baldo escreve texto ao Só Dérbi e rebate acusação de que foi personalista

Nivaldo Baldo escreve texto ao Só Dérbi e rebate acusação de que foi personalista

Recebemos o seguinte texto do ex-presidente da Ponte Preta, Nivaldo Baldo e no qual publicamos na íntegra.

É uma resposta ao artigo publico neste Só Dérbi, em que relato o temor das pessoas em relação ao presidente de honra, Sérgio Carnielli. Segue o texto na íntegra:

“Prezado:

Creio que você se equivocou, quanto ao personalismo.

Tínhamos uma reunião aberta todas as segundas feiras , com todos associados, funcionários, imprensa. Implantei a democracia administrativa transparente, com agência bancária. A frase era: “Ponte Preta: nossa eterna paixão. A ponte preta é do pontepretano”.

Tantas foram as adequadas transformações e progressista que dei passe de atletas que estavam sendo prejudicados em troca da liberdade. Fiz a bolsa dos passes dos atletas com participação de colaboradores. As portas foram abertas para todos os presidentes. Foram sete meses de progresso.

Fazíamos clipagem  de notícias com todos os órgãos de imprensa no brasil e exterior! A Ponte preta recuperou sua idoneidade na Federação Paulista e CBF. Os árbitros nunca foram agredidos e foram agraciados com nova construção e segurança de vestiários para eles. Tenho tudo marcado em documentos e atas pessoais!

Nunca faltei com a educação com você , mas recordo o qto vc lutou para eu sair e favoreceu o total domínio do Carnielli!  Unifiquei o estádio Jardim Eulina e Paineiras , e o com um sócio com direito aos três prédios e ocorrências! 

Crianças e  idoso não pagavam entradas. As famílias voltaram para o estádio e para o clube! A ponte preta na minha gestão era do ponte pretano!!!!!!!

Todos recebiam credenciais. Fizemos novos sócios pagantes e não pagantes!

Com todas dificuldades a Ponte tinha patrocínio. Reformamos alojamentos, estádio, Jardim Eulina e Paineiras.

Tínhamos o salão nobre aberto para todos em  dias de jogos, com familiares, imprensa, convidados. A Ponte Preta era dos ponte pretanos!!!!!

Primeiro clube usar scout, instant, informações abertas sobre dívidas e ações, a Ponte Preta era transparente! Havia informação sobre todos atletas. Éramos referência na imprensa e Federação Paulista de Futebol.

Os diretores tinham liberdade e orgulho de suas funções!

Todos nós ajudavam, foi um tempo de construção da união dos pontepretanos!  Criei o departamento de história com historiadora independente. Tínhamos a excelência de profissionais voluntários como médicos, engenheiros, professores de Educação Física, fisioterapeutas , especialistas.

O departamento Amador foi separado do profissional e a Ponte Preta sobreviveu.

A conta que ficou era mínima aproximadamente menor do que o preço de um automóvel de boa categoria! 

Entreguei a ponte preta em pé aos pontepretanos, sem mudar os estatutos, sem favorecer políticos, descomplicada e unida! A Ponte Preta saiu da terceira e foi para segunda divisão pela CBF. Poderia escrever muito e muito mais coisas positivas 

A Ponte Preta  era a personalidade. Nossa eterna paixão!”

(texto de autoria de Nivaldo Baldo)

Veja Também

Diretoria Executiva pede e Conselho Deliberativo deixa indefinido orçamento da Ponte Preta para 2019

Apesar da convocação feita por edital, a reunião do Conselho Deliberativo da Ponte Preta terminou ...

3 Comentários

  1. Nivaldo Baldo,
    O grande Presidente da modernizacao,
    Pena que o de,
    ‘Honra’ derrubou ele, deu uma Rasteira, alias a
    Primeira,
    Parabens PROF NIVALDO BALDO, GRANDE PRESIDENTE,
    ATE SUA FOTO TIRARAM DO SALAO NOBRE!!

    • prezado marcelo macaco

      Todas as vezes que tenho tentado ajudar a Ponte Preta fui recebido com animosidades, seguranças nada simpaticos ,é uma falta de urbanidade e coleguismo. Solicitei e protocolei ao conselho a retirada de citações não adequadas na home page na Ponte Preta, assim como a minha credencial de ex presidente, sem qualquer resposta ou atenção.

  2. Nivaldo, parece-me que vc é um dos poucos no Conselho que ainda luta pela Ponte. Nós que estamos de longe desconfiamos do que se passa nos bastidores, não parece haver luz no fim do túnel, o controle é total. Mas como pontepretanos continuamos torcendo, esperando que algum dia essa agonia tenha fim. Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *