Paraná 1 x 1 Ponte Preta: atuação ruim e com alivio no último minuto

2
392 views

Com uma atuação pobre sob o ponto de vista técnico, a Ponte Preta arrancou um empate com o Paraná por 1 a 1, em jogo realizado na noite desta quarta-feira e válido pela Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado deixou a Alvinegra com 32 pontos e cinco pontos atrás do CRB, o quarto colocado. O próximo desafio será sábado, contra o Cuiabá, no estádio Moisés Lucarelli. 

Lucas Mineiro e Renato Cajá não foram as unicas novidades da equipe pontepretana. Vico fez a sua estreia e Henrique Trevisan foi improvisado na lateral. Mas o que se viu foram os mesmos erros verificados em jornadas anteriores. Erros de passes, abuso da ligação diretae ausência de criatividade abriu espaço para o tricolor paranista ameaçar. O lance mais agudo foi aos 07min, quando , Jenison resvalou de cabeça após cruzamento e Ivan opera um verdadeiro milagre. Na sobra, Fernando Neto tenta o chute, mas carimbou a trave. 

Na sequencia, o troco: Renato Cajá cobrou falta com perfeição e a Macaca desperdiçou o rebote. Ao perceber as falhas de marcação o Paraná ameaçava o gol pontepretano. Aos 23minBruno Rodrigues é acionado pelo lado direito. O atacante chega próximo da área, mas não finaliza ou cruza. A bola passa por todo mundo e se perde pela linha de fundo. 

O panorama não mudou no segundo tempo. Pelo contrário. Apática, sem criatividade e presa fácil no sistema defensiva, a Ponte Preta tomou o gol aos 14min, quando o cruzamento de Eder Sciola encontrou Jenison e meteu para as redes.  

Na base do desespero, Kleina abriu mão de qualquer sistema defensivo e apostou em Dadá e Bill. Aos 39min, Bill dominou, bateu cruzado e quase empatou. A salvação veio aos 47min, quando Arnaldo levantou, Gerson Magrão e Roger apareceu para dar números finais a partida. (Elias Aredes Junior)

2 Comentários

  1. Reginaldo é lento e erra muitos passes. Edson não arma nada. Gérson Magrão acha que é craque, mas só atrapalha e perde a bola. Roger devia reclamar menos, e voltar para ajudar na armação. Cajá mostrou que ainda sabe jogar, quando está bem condicionado fisicamente.

  2. Acho que todos nos perguntamos o que acontece com o Kleina? Nunca vimos ele errar tanto. Ontem a Ponte chutou 12 vezes, sendo que só 3 em direção ao gol, como vencer o jogo com números desse calibre.

Deixe Um Comentário