Policia Militar faz ultimato e promete punir provocações no clássico campineiro

4
886 views

Em reunião realizada na tarde desta sexta-feira, dia 15, na sede do Baep em Campinas, a Polícia Militar encaminhou orientações para os representantes de Ponte Preta e Guarani para que não sejam registradas provocações de parte a parte no clássico marcado para sábado, ás 19h, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. A promessa é de que punições podem acontecer. “(…) Haverá por parte da Polícia Militar atuação no sentido de captar imagens e providências legais dentro do que prevê o Estatuto do Torcedor e posterior remessa ao Ministério Público e da Federação Paulista de Futebol(…)”, relatou o texto que descreveu a reunião.

Ao lado do representante pontepretano, Lindomar José Vedolin, o superintendente administrativo do Guarani, Marcelo Tasso tomou conhecimento de que os policiais não vão aprovar atos que possam interferir no andamento do jogo.

Duas advertências foram adotadas na reunião. A primeira é que a torcida pontepretana evite a fixação de cartazes provocativos ao Guarani, algo que já foi registrado nesta sexta-feira em frente do Majestoso. Em contrapartida, a Policia Militar reprovou e não quer ver repetida a atitude do integrante do Conselho de Administração, Giba Moreno, que no clássico do dia 25 de agosto do ano passado, na entrevista dada pelo volante Ricardinho a uma emissora de TV exibiu um cartaz provocativo a Alvinegra.

A expectativa é por um público acima de 12 mil pagantes no clássico.

(Elias Aredes Junior- arte de Matheus Phillip-Torcedores.Com)

4 Comentários

    • Fernando, infelizmente vc quer torcedor como jornalista. Eu não sou.
      E por favor não coloque em duvida meu carater e minha dignidade.
      Na boa, isso eu não admito…

  1. Expectativa de 12 mil torcedores no clássico..
    Que coisa mais triste
    Estão acabado com o futebol em partes..
    Torcida rival não pode ir no estádio.
    Não pode provocar
    Futebol brasileiro com nível técnico baixíssimo

    Querem ser igual a Europa mas não aprende nada com eles..
    Triste realidade do futebol nacional

Deixe Um Comentário