terça-feira , 21 agosto 2018
Home / Destaque / Ponte é acusada por escalação irregular e pode ser eliminada da Copa do Brasil

Ponte é acusada por escalação irregular e pode ser eliminada da Copa do Brasil

Engana-se quem pensa que a 4ª fase da Copa do Brasil já é passado para Ponte Preta. O Náutico acionou a Macaca no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e promete fazer jogo duro para que a equipe campineira seja excluída da competição.

O Timbu alega eventual escalação irregular do lateral-direito Igor Vinícius e do atacante Júnior Santos. A dupla, contratada após ter sido destaque pelo Ituano no Campeonato Paulista, ficou no banco na partida entre o time paulista e o Uberlândia, pela primeira fase do torneio, em janeiro. De acordo com o corpo jurídico do clube recifense, eles sequer poderiam ter sido relacionados – Júnior Santos, inclusive, marcou o terceiro gol da vitória alvinegra no duelo de ida, no Moisés Lucarelli, enquanto Igor foi titular na Arena Pernambuco.

A denúncia do Náutico baseia-se no artigo 45 do Regulamento Geral de Competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o qual afirma que “a possibilidade de transferência de um atleta de um clube para outro na mesma competição deverá constar necessariamente do respectivo Regulamento Específico da Competição e, em caso de omissão de tal norma, será vedado ao atleta participar por duas (2) equipes em um mesmo torneio”.

Outra sustentação do time de Recife é o artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), o qual afirma que não há diferença entre participar ou não da partida. Isso significa que o simples fato de assinar a súmula já caracteriza irregularidade, passiva de punição.

Em entrevista exclusiva à Rádio Bandeirantes de Campinas, o advogado da Ponte Preta, Dr. João Artioli, explicou que o parágrafo não consta no Regulamento Geral e que a entidade máxima do futebol brasileiro liberou a escalação dos jogadores – tanto é que o zagueiro Léo, por ter sido titular no jogo disputado no Parque do Sabiá, era o único impedido de ser inscrito.

Enquanto o caso não é resolvido nos tribunais, a Alvinegra, que ainda não se pronunciou oficialmente sobre o assunto, celebra vaga nas oitavas de final da competição mata-mata. O adversário da próxima fase será conhecido em sorteio na manhã desta sexta-feira, no Rio de Janeiro.

O detalhe interessante é que, antes do mata-mata, a Macaca havia tido um feedback positivo do Departamento Jurídico para poder escalá-los. Leia aqui.

(texto e reportagem: Lucas Rossafa/foto: Fábio Leoni – Ponte Press)

Veja Também

Casa cheia: Ponte Preta atualiza parcial de ingressos vendidos para o dérbi

A Ponte Preta atualizou na noite desta segunda-feira o número de ingressos vendidos para o ...

6 Comentários

  1. E agora?!
    Não vai ter 2.400 na conta?!

    Vai falir!

  2. iiiiiiiiiiii cai ponte cai ponte

  3. Chico Fundamentalista

    Com todo respeito, ou o autor está mal informado ou está sem notícias pra publicar essa matéria… Se é no GE ou FI até vai ler esse tipo de sensassionalismo, mas aqui? Não combina! Rsrs
    É muito antiga a notícia que a Ponte antes de escala-los consultou a CBF. Não há dúvidas e muito menos matéria a se levar a um tribunal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *