Ponte Preta massacra Água Santa e ainda pensa em classificação

0
201 views

Com direito a show do centroavante Wellignton Paulista, autor de quatro gols e festa nas arquibancadas , a Ponte Preta venceu o Água Santa por 7 a 2, em jogo realizado na tarde deste sábado, no Estádio Moisés Lucarelli e válido pelo Campeonato Paulista. Com 19 pontos, a Macaca esquece o risco de rebaixamento e agora torce contra os oponentes porque está na liderança provisória do Grupo B com 19 pontos. Na última rodada, domingo, dia 10 de abril, a Macaca vai encarar o Rio Claro, na casa do adversário.

Adepto de manutenção do time titular, o técnico Alexandre Gallo decidiu seguir o caminho da mudança. Pontuais e necessárias. A colocação de Elton no lugar de Jonas proporcionou fluidez e melhoria no índice de passe enquanto que esperava-se de Taiberson maior dinamismo e força em relação aos altos e baixos do antigo titular Clayson.

Os minutos iniciais transmitiram a impressão de que o técnico acertou. As viradas de jogo aconteciam naturalmente, o índice de erros de passes era baixo e os laterais Reinaldo e Jeferson surgiam com naturalidade. As oportunidades eram criadas e a falta de pontaria era lamentada.

A lamentação durou pouco. Aos 31 minutos, o lateral-esquerdo Reinaldo fez boa jogada e rolou dentro da área para Felipe Azevedo; o meia atacante chutou, o goleiro Dheimison pegou e no rebote Wellington Paulista não perdoou: 1 a 0. O quadro ficou ainda mais favoravel devido as lambanças do adversário. O lateral-direito Pedro, acionado no lugar de Sergionho e tomou dois amarelos em menos de três minutos, aos 33 minutos e 35 minutos e recebeu a expulsão como prêmio. A lacuna foi tamanha que aos 37 minutos, o zagueiro Fábio Ferreira puxou jogada individual e quase fez.

Veio o segundo tempo e Alexandre apostou na entrada de Nino Paraíba no lugar de Taiberson para incluir um novo ala no setor ofensivo.O efeito foi rápido. Aos 04 minutos, Nino Paraíba cruzou e Wellington Paulista completou e viu a bola bater no travessão. Na volta da bola, Reinaldo dominou e foi derrubado por Bruninho dentro da área. Na cobrança, aos 05 minutos, o centroavante Wellignton Paulista cobrou e ampliou a vantagem pontepretana.

De imediato, João Vitor saiu por lesão e a entrada de Gilson e a realocação de Reinaldo ao setor de meio-campo não impediu a perda de força do ataque da Macaca. Aos 07min, Nino Paraíba fez nova jogada e cruzou no interior da área e Wellington Paulista transformou a goleada em realidade.

A Macaca não parava e aos 18 minutos chegou ao quarto gol. Na cobrança de escanteio de Ravanelli, o volante Elton apareceu como elemento surpresa e estufou as redes.

O quinto parecia questão de tempo. Aos 20 minutos, o contra-ataque foi puxado, Nino Paraíba tentou aproveitar e foi interceptar; o rebote ficou nos pés de Jeferson, atrapalhado pela zaga adversária.

O lateral não perdeu tempo e ajudou na viabilização aos 23 minutos, quando cruzou para a cabeçada certeira de Felipe Azevedo. Aos 27min, Tchô fez o primeiro e foi as redes aos 33 minutos, mas a goleada já era realidade. Goleada ampliada aos 43min, em passe de Felipe Menezes para Wellington Paulista, que dominou e fez. Aos 46min, Douglas Grolli ainda teve tempo de fazer o sétimo e ainda sacramentar a maior goleada do Paulistão.

(crônica de autoria de Elias Aredes Junior- Foto de autoria de Fábio Leoni-Pontepress)

 

FICHA DO JOGO

Ponte Preta – João Carlos, Jeferson, Douglas Grolli, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vitor (Gilson) e Elton; Felipe Azevedo, Ravanelli (Felipe Menezes) e Taiberson (Nino Paraíba); Wellington Paulista. Técnico: Alexandre Gallo

Água Santa – Dheimison, Serginho (Pedro), Gustavo, Eli Sabiá e Tarracha; Russo, Francisco Alex (André Rocha), Tchô e Éder Loko (Jonathan); Bruninho e Everaldo. Técnico: Márcio Bittencourt

Gols: Wellington Paulista aos 31 minutos do primeiro tempo; Wellington Paulista aos 05 minutos e 07 minutos e Elton aos 18 minutos e Felipe Azevedo aos 23 minutos, Tchô aos 27 minutos e 33 minutos, Wellignton Paulista aos 43 minutos e Douglas Grolli aos 46 minutos do segundo tempo.

Renda: R$ 56.640

Público: 8335

Cartões Amarelos: Pedro, Taiberson

Cartão Vermelho: Pedro

Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas

Deixe Um Comentário