Ponte Preta não paga empresa responsável por show pirotécnico no dérbi 193 em 2019. Resultado: nova ação na Justiça!

0
2.093 views

No dia 16 de março de 2019, com boa atuação do atacante Thales e trabalho impecável do técnico Jorginho no banco de reservas, a Ponte Preta venceu o Guarani por 3 a 0  no dérbi 196 e confirmou a sua boa fase no Paulistão, além de ter provocado a demissão do técnico bugrino Osmar Loss. Se no gramado, tudo correu bem, os bastidores geraram novas dores de cabeça.

De acordo com petição apresentada na Justiça Cível no último dia 12 de fevereiro, a empresa Lighting One entrou com ação para cobrar um valor de R$ 12.200 (valor acrescido de juros) referentes ao espetáculo pirotécnico realizado antes da entrada dos times em campo.

Segundo o texto, o serviço foi pedido pelo então diretor de marketing, Erick Silveira, enquanto que o clube era presidido por José Armando Abdalla Junior e tinha Gustavo Valio como diretor financeiro.

Segundo o texto, de autoria do advogado Guilherme Pimenta Furlan, todas as tentativas de conciliação foram feitas, mas sem resultado . “(…)a Requerida até o presente momento deixou de cumprir a sua contrapartida, uma vez que até o presente momento não pagou os valores combinados. Foram inúmeras as tentativas extrajudiciais para umasolução amigável, sendo que a Ré sempre posicionava que iria pagar nas próximas semanas, mas nunca se concretizavam, sempre com a alegação de estarem com dificuldades financeiras (…)”, afirmou o advogado em sua petição inicial.

A empresa não fechou a porta para um possível acordo em médio e longo prazo. “(…)A citação da requerida, na pessoa do seu representante legal, no endereço indicado no preâmbulo, para apresentar defesa nos termos do art. 335 do Código de Processo Civil, sob pena de serem reputados como verdadeiros os fatos aqui alegados, não se opondo esta Requerente do agendamento de audiência de conciliação ou mediação”, completou.

A reportagem do Só Dérbi entrou em contato com a diretoria da Ponte Preta por intermédio da assessoria e assim que a resposta for enviada, o texto será atualizado.

(texto e reportagem: Elias Aredes Junior)