domingo , 21 outubro 2018
Home / Destaque / Prestigiado, Murilo vê concorrência com naturalidade e projeta sequência na Ponte

Prestigiado, Murilo vê concorrência com naturalidade e projeta sequência na Ponte

Os dois gols nos últimos três jogos foram suficientes para que Murilo mudasse de patamar dentro do elenco da Ponte Preta. Se com Doriva o meio-campista recebeu poucas chances, com João Brigatti tornou-se talismã da equipe, ao longo dos jogos, quando passou a arriscar chutes de longa distância – foi dessa forma que balançou as redes de Oeste e Brasil de Pelotas.

“É uma fase legal e isso dá confiança. Muito gratificante entrar e poder contribuir de forma efetiva. Eu sempre tento arriscar de fora da área, vejo que falta isso na equipe.e analiso. Estou muito feliz pelo gols”, declarou, em entrevista coletiva.

Prestigiado com a atual comissão técnica, o jogador enxerga a concorrência com Tiago Real, responsável pela armação, com naturalidade. A diretoria da Macaca, inclusive, busca um nome para vestir a camisa 10 no restante da temporada. “A disputa sadia é importante para todos do elenco. A gente acaba evoluindo e dando o máximo. Isso é fundamental para o clube”, analisou.

Ora centralizado, ora pelas pontas, o atleta de 23 anos, sensação do Linense no Campeonato Paulista, despistou sobre a posição predileta e reafirmou o intuito de ajudar o time “Eu já deixei bem claro. Não importa o setor, pois onde ele o professor me escalar vou fazer o meu melhor. Já usei a 10 e atuei pelos lados. Não vejo preferência”, declarou.

Com André Luís à disposição, depois de pancada no pé, Murilo deve ser opção no banco de reservas na sexta-feira, quando os campineiros visitam o CRB, no Estádio Rei Pelé, às 21h30, pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

A Alvinegra realiza, na manhã desta quarta-feira, no Moisés Lucarelli, o último treinamento antes de embarque para Maceió.

(texto e reportagem: Lucas Rossafa/foto: Fábio Leoni – Ponte Press)

Veja Também

Ponte Preta joga contra o Figueirense para melhorar sua pontuação perante a história

Com 43 pontos e na zona intermediária da classificação, a Ponte Preta, além de reacender ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *