Problemas políticos não mexem no rendimento em campo do Guarani, diz Palmeron

0
366 views

Os problemas políticos do Guarani que envolvem a votação do processo de cogestão do futebol e os entraves nos bastidores não impactam no desempenho da equipe dentro de campo. Quem garante é o presidente Palmeron Mendes Filho.

“Não atrapalha de forma nenhuma porque o cancelamento da assembleia foi uma decisão democrática. As partes puderam expor, argumentar e no final foi 28 a 25. Estaria preocupado se o 25 ganhasse do 28, mas a decisão do 28 está mantida. Os jogadores estão todos trabalhando, sorrindo e suando bastante”, assegurou.

O Alviverde tem, pela primeira vez no ano, a possibilidade de entrar no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro em caso de vitória em cima do Fortaleza, neste sábado, a partir das 16h30, no Brinco de Ouro da Princesa. Com 29 pontos, os comandos de Louzer ocupam, momentaneamente, a sétima colocação, um a menos em relação ao grupo de acesso.

“Estamos levando para a concentração todos os atletas que estão em condição de jogo. Geralmente o Guarani viaja com 18 atletas. Nesse jogo, pela importância, nós vamos com 23 e todos à disposição do Umberto. Amanhã ele terá possibilidades e mais possibilidades de trazer a vitória. Eu acredito na vitória. O Guarani entrando no G4 dificilmente sairá” opinou.

A preocupação da comissão técnica alviverde é blindar o jovem elenco para manter o foco exclusivo dentro das quatro linhas. O principal responsável por essa “proteção” é o próprio treinador, acompanhado de Luciano Dias, superintendente de futebol, e de Fumagalli, coordenador. Internamente, o volante Ricardinho, até por ser capitão, é um dos porta-vozes com mais credibilidade.

“Não tenho como fugir, mas a nossa abordagem é blindar os atletas para que eles se concentrem somente naquilo que temos como estratégia para pegar o Fortaleza amanhã, que é o nosso foco maior. É canalizar as nossas energias para o jogo diante do Fortaleza, partida difícil dentro de casa, com o apoio dos nossos torcedores vamos fazer um grande jogo, manter essa sequência de bons resultados e assim entrar no G4”, explicou Louzer.

(texto e reportagem: Lucas Rossafa/foto: Letícia Martins – Guarani Press)

Deixe Um Comentário