domingo , 23 setembro 2018
Home / Destaque / Em último treino, Louzer confirma Guarani com Felipe Rodrigues na vaga de Denner

Em último treino, Louzer confirma Guarani com Felipe Rodrigues na vaga de Denner

O Guarani encerrou, na manhã desta sexta-feira, em atividade no Centro de Treinamento, a preparação para enfrentar o Fortaleza, neste sábado, às 16h30, no Brinco de Ouro. Em treinamento leve, o técnico Umberto Louzer definiu o time titular para enfrentar o líder da Série B do Campeonato Brasileiro.

Lateral-direito de origem, Felipe Rodrigues fará a primeira partida entre os 11 iniciais e atuará no meio-campo na vaga de Denner, vetado pelo Departamento Médico em razão de dores musculares na coxa esquerda. Em contrapartida, o meia Rondinelly volta à lista de relacionados e começa no banco após suspensão.

“Com o Felipe fiz alguns testes. Temos a possibilidade do Guilherme para ter um jogo mais de construção. A opção é de entrar com o Felipe. Ele chegou aqui como contratação para a lateral, mas já conheço o atleta, joga na primeira e na segunda linha, faz segundo volante e a ideia é ter um pouco mais de força. Tem boa transição também, consegue fechar o setor, atacar e contra-atacar bem as costas da defesa. O objetivo é ganhar na força ofensiva e na sustentação, até porque o adversário que vamos enfrentar é muito forte na triangulação nos corredores e na bola aérea. Temos que ter a precaução quando estivermos sem bola e com a bola, ele me dá a chance de ser ofensivo também”, analisou o comandante bugrino.

Assim, o Guarani vai a campo com: Oliveira, Kevin, Philipe Maia, Éverton Alemão e Pará; Willian Oliveira e Ricardinho; Felipe Rodrigues, Rafael Longuine e Matheus Oliveira; Bruno Mendes.

Vale lembrar que Louzer ainda aguarda a regularização dos documentos do zagueiro Fabrício Dornellas, do volante Romisson, do meio-campista Jefferson Nem e dos atacantes Bruno Xavier e Douglas no Boletim Informativo Diário (BID) para ganhar novas opções no segundo turno. O goleiro Agenor, já regularizado junto à CBF, no entanto, ainda não fica como opção, já que trabalha o recondicionamento físico.

“É importante todos estarem participando, mostrando a força do grupo. Batemos bastante nessa tecla. Todos os atletas, até mesmo os sem condição de jogo estarão com a gente. Isso é importante para os atletas se unirem. O Agenor requer mais atenção na fase física, já está inserido na fase de treinos com bola. Para a semana que vem já deve estar integrado ao grupo”, explicou Louzer.

A possibilidade de entrada no G4 também foi tema da entrevista coletiva de Umberto. Com 29 pontos na sétima colocação, o Guarani só depende de si para aparecer entre os quatro primeiros da Série B.

“Significa muita coisa (entrar no G4). É o bom momento que vivenciamos. Não somente resultados, mas o último jogo me agradou bastante. Vencer o líder e a terceira vitória consecutiva te traz moral. O que me agrada é que nas duas partidas que tivemos de ganhar o jogo e entrar no G4, nós vencemos e só saímos por causa de outros resultados. Isso me deixa com esperança. Esperamos um grande jogo. Temos que ter paciência, estudo para neutralizar as ações ofensivas e saber usar aquilo que eles vão nos oferecer também”, finalizou.

(texto e reportagem: João Marcos Carneiro/foto: Guarani Press)

Veja Também

Pé calibrado: Pela direita, Kevin se isola no ranking de assistências do Guarani

A lateral é a principal válvula de escape para o sistema ofensivo do Guarani. É ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *