segunda-feira , 15 outubro 2018
Home / Destaque / Renan Fonseca elogia postura em Recife e espera nova fase do setor defensivo

Renan Fonseca elogia postura em Recife e espera nova fase do setor defensivo

Líder do elenco da Ponte Preta, Renan Fonseca, saiu satisfeito da Arena Pernambuco. Apesar da derrota para o Náutico, que não custou a classificação às oitavas de final da Copa do Brasil, o zagueiro destacou a maturidade da equipe em Recife. “Entramos em campo para jogar, tivemos atenção e atuamos de acordo com o que foi pedido. A vaga foi importante, era o principal objetivo e entra uma verba nos cofres do clube. Achei que jogamos com segurança e não demos chances ao adversário”, disse, em entrevista exclusiva à Rádio Bandeirantes de Campinas.

A classificação entre os 16 melhores times do mata-mata só foi assegurada graças à vitória por 3 a 0, na última semana, no Moisés Lucarelli. “O primeiro tempo em casa é padrão para ser seguido ao longo da temporada. É a nossa referência. Nós entramos com grande vantagem, mas o resultado em Campinas era muito perigoso. O adversário veio como franco atirador e tivemos exemplos recentes na Liga dos Campeões”, destacou.

O sistema defensivo, do qual Renan Fonseca é referência, foi o principal destaque ao longo do Campeonato Paulista. Em doze partidas na fase inicial, foram apenas oito gols sofridos. O momento atual, no entanto, é de reformulação. O lateral-direito Emerson foi vendido ao Atlético-MG, o zagueiro Luan Peres tem acordo verbal com o Fluminense e o polivalente Jeferson foi emprestado ao Vitória. Mesmo com tantas alterações, o capitão acredita que os reforços vão acrescentar e destacou que novos ajustes devem acontecer.

“O futebol é adaptação ao tempo todo. Seja com o tempo do jogo, com o companheiro de posição. O sistema defensivo perde algumas peças importantes. O pessoal que saiu faz falta, mas os méritos não são apenas da zaga. Agora, é crescer junto nas derrotas e se adaptar ao momento. A Ponte Preta ganhou opções de qualidade com os novos reforços. A estratégia é somar”, avaliou.

Até agora, Fonseca soma 23 partidas na temporada, todas como titular. Seu vínculo com a Macaca é válido até 30 de novembro.

(texto e reportagem: Lucas Rossafa/foto: Pernambuco Press)

Veja Também

A areia movediça da mediocridade vai matar o futebol campineiro

“Saía do futebol e faça outra coisa no jornalismo. O povo gosta é de comentário ...

1 Comentário

  1. Zagueiro fraco, lento e sem técnica, quem salvava ele era o Luan e o goleiro, não dá para ser capitão do time na série B.
    ACORDA DIRETORIA REFORÇO URGENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *