Responsável por estudo da Value Sports afirma: futebol campineiro tem um longo caminho pela frente

0
429 views

Diretor proprietário da Sports Value, Amir Somoggi adota uma postura bem cautelosa para analisar os resultados de Ponte Preta e Guarani no ranking de valor de mercado feito pela empresa e que coloca o Guarani com 300 pontos na 21ª colocação e a Ponte Preta com 297 pontos na 22ª posição.

Na sua visão, as duas equipes poderiam se encontrar em posições melhores no tabuleiro do futebol brasileiro.  “Ponte Preta e Guarani são enormes mas não estão conseguindo mostrar bom desempenho em receita. Eles têm patrimônio, tradição e torcida, mas ficaram para trás. Você pega o Cuiabá e o Atlético-GO que são muito menores, mas que ascenderam de divisão, que tem uma receita de televisão importante. Se Ponte Preta e Guarani conseguirem o acesso (á divisão de elite) naturalmente podem crescer”, afirmou Amir Somoggi.

Para que esse quadro se concretize em médio e longo, ele alerta sobre a necessidade de quebrar velhas estruturas. “Existe a questão política (em Ponte Preta e Guarani). Cuiabá e Atlético-GO tem uma visão mais empresarial de gestão. Se eles conseguirem romper com esse modelo político, as duas equipes voariam”, disse. “Quem não gostaria de ter um Guarani ou Ponte Preta como investimento?”, completou, sem esquecer que o montante das dividas ainda atrapalha o desenvolvimento das duas instituições.

(Elias Aredes Junior-com foto de Thomaz Marostegan-Guarani F.C)