Sem entrar em campo desde fevereiro, Ângelo Araos é anunciado como novo reforço da Ponte Preta

3
393 views

A diretoria da Ponte Preta anunciou durante a tarde de hoje o empréstimo do  meio-campista chileno Ângelo Araos, que pertence ao Corinthians. Ele é esperado nesta quinta-feira (3) no Majestoso para exames médicos e clínicos.

A contratação tem ares de aposta porque o jogador está sem atuar desde fevereiro. Na visão do jornalista Rodrigo Vessoni, do site “Meu Timão”, a saída de Araos poderá surtir efeito. “O empréstimo é uma boa saída para o Araos, poderia ter sido feito até antes para ganhar rodagem. Araos segue em adaptação, é extremamente introvertido, precisa melhorar mais fora de campo do que em campo.Mas tem cinco anos de contrato, ainda há muito tempo pela frente”, disse o jornalista em sua conta no Twitter.  Para ele, o jogador ainda poderá vingar como os zagueiros Felipe e Balbuena, criticados e depois consagrados pelo torcedor corinthiano.

Seu ultimo jogo pelo Corinthians foi contra o Novorizontino, no dia 10 de fevereiro.

Revelado pelo Universidad Católica e titular da Seleção Olímpica Chilena, o jogador de 22 anos chegou ao time paulistano no ano passado e atua tanto como meia como terceiro volante e é tido como revelação do seu país.  “Temos uma última inscrição para o Brasileiro e acreditamos que o Araos poderá se somar a equipe de maneira positiva”, diz o Executivo de Futebol Gustavo Bueno.

De acordo com o executivo de futebol, Gustavo Bueno, o bom relacionamento entre as diretorias de Corinthians e Ponte Preta pesou para o acordo. “Havia times da série A querendo o Araos, mas a chance dele vir para a Ponte acabou aparecendo atė em virtude do bom relacionamento entre as diretorias e do retorno do volante Mantuan para o clube de origem”, explica. Aros tem 22 partidas pelo Corinthians e nenhum gol marcado.

(Texto e reportagem: Elias Aredes Junior)

3 Comentários

  1. Essa “parceria” (pra não dizer outra coisa) que a Ponte tem com esse time da capital é algo duro de engolir.
    Lá vai ela tentar recuperar novamente um jogador encostado deles. E depois vem anunciar como “reforço” um cara que está desde fevereiro sem atuar. Não me surpreende se, de repente, mandarem o Ivan pra lá como contrapartida. Esses dois times tem uma parceria que lembra muito a do martelo e do prego, na qual a filial do interior é sempre o prego.

    • Carlos, pra não variar, mais uma vez utilizam a Ponte pra esquentar currículo de jogador encostado do Corinthians e nem se envergonham de esconder a tal “parceria”. É claro, também pra não variar, que nenhum jornalista setorista ousará questionar alguém da diretoria a respeito dessa parceria, afinal o que importa é o acontece dentro de campo….

      Pra surpresa de ninguém, quem está por trás desse negócio são os empresários de sempre, que também têm feito incursões no Guarani, a promiscuidade dessa tal “parceria” é tão grande que eles até já emprestaram dinheiro para a Ponte, conforme o último balancete divulgado, pegando “fatia” de jogador da base como pagamento, mesmo a Fifa proibindo tal situação.

      Em 2018 logo após ter sido demitido do cargo de diretor de futebol da Ponte, esses mesmos empresários trabalharam para colocar o recém demitido como diretor de futebol do Corinthians – não vingou -, mas certamente fizeram isso somente pela amizade e em solidariedade pela sua demissão e, é claro, pelo seu desempenho profissional, mesmo depois dele ter montado o elenco rebaixado da Série A tendo um polpudo orçamento – para os padrões da Ponte. Assim que essa pessoa reassumiu o cargo na Ponte, a parceria com esses empresário voltou a se intensificar, coincidência??? Nenhuma!

  2. Verdade, José Ricardo. Como disse, certos diretores da Ponte não ficam nem vermelhos mais em assumir publicamente essa mer…. de “parceria” entre esses dois times. Houve quem me garantisse, inclusive, que até o fato de a CAIXA ter aceitado, na época, patrocinar a Ponte, foi por causa da intervenção desse time da capital. Ou seja, dependência total, submissão total. Infelizmente, enquanto essa corja e essa “parentaiada” de antigos jogadores ou de outras pessoas ligadas ao clube estiverem dirigindo os destinos da Ponte, seremos sempre uma filial desse time, que faz o que bem entende conosco. E o pior, a justificativa é que, se não for assim a Ponte quebra, não subsiste. Lamentável. Abraços.

Deixe Um Comentário