segunda-feira , 21 Maio 2018
Home / Destaque / Torcedores de Guarani e Ponte Preta se enfrentam nas adjacências dos estádios

Torcedores de Guarani e Ponte Preta se enfrentam nas adjacências dos estádios

Um confronto entre torcedores de Guarani e Ponte Preta marcou o início da madrugada desta quinta-feira, 18, em Campinas. O conflito reuniu as organizadas dos dois times, após a chegada das caravanas dos bugrinos, vindas de Barueri, onde a equipe estreou com derrota na Série A2.

O duelo se intensificou após a vitória da Macaca sobre o Corinthians, na capital paulista, por volta das 23h30. Impossibilitados de irem ao Pacaembu, graças à punição imposta pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), os pontepretanos assistiram ao jogo nas sedes das organizadas, próximas do Moisés Lucarelli.

A confusão se instalou nas adjacências do Majestoso e do Brinco de Ouro, na Avenida Princesa d’Oeste. A briga teve pedras, bombas, rojões e muito corre-corre. Segundo a Polícia Militar, ninguém se feriu. Por enquanto, nenhum integrante foi preso. Os dados são do repórter João Lucas Dionísio.

Trata-se do segundo conflito envolvendo a torcida da Macaca. Na partida entre Ponte Preta e Botafogo de Ribeirão Preto, pela Copa SP de Futebol Júnior, em Franca, 35 pessoas foram detidas e 13 barras de ferro apreendidas. Por conta do histórico recente, a Alvinegra vai atuar com portões fechados em seis partidas no Campeonato Brasileiro Série B.

(texto e reportagem: Lucas Rossafa/foto: Reprodução)

Veja Também

Ponte Preta é a única equipe da Série B que ainda não somou ponto como mandante

A Ponte Preta tem sofrido mais do que o normal quando atua como mandante na ...

9 Comentários

  1. Mais uma vez eu pergunto: a solução é derbi com torcida unica??? A solução é punir o torcedor de bem de assistir o maior clássico do interior do Brasil?

    Os animais dos dois times vão brigar em qualquer lugar, a qualquer hora, tendo jogo ou não.

    Repito, pra acabar com tudo isso é necessário punir uns 40 caras (que todo mundo que frequenta estadio sabe quem é) de cada lado. O rosto desses 40 de cada lado esta estampado em todas as fotos de confusão envolvendo os times.

    O derbi com torcida unica é assinar atestado de incompetência. É assinar o atestado que não é possível conter meia duzia de baderneiros.

    Falta vontade e punição. E assim fica, mais uma vez, a maioria pagando pela minoria. O MAL vencendo o BEM

    • Eu também sou contrário à torcida única, também acho que a solução é prender os 40 de cada lado, tbém acho acho acho mas… vai dar em algo? Daqui a pouco vão propor jogo sem torcida a quilômetros de distância, pq não é possível que IMBECIS briguem tanto por conta de futebol!!!! Tem que fazer como a Tatcher fez para conter os hooligans. Estas brigas não é qualquer coisa não, não minimizem, senhores, já resultou até em morte. Se a Justiça não prende quem rouba, mata pq esta mentalidade esquerdista no Brasil diz que a prisão não resolve, vcs acham que vai prender por brigas de partidas de futebol? Então, sou a favor, sim, da torcida única, se os 40 de sempre estarão por lá, não vão querer briga pois saberão que estarão em menor número, creio ser simples isto, não? E mais uma coisa, pelo menos os que gostam de futebol tanto de um lado quanto de outro ficarão em casa, seguros.

  2. Vagner

    Ainda temos o problema dos vandalos que não puderem ir ao estadio ficar emboscando pais de família e gente de bem no centro da cidade.

    Houve um fato desse, onde vanda-los da Ponte Preta, emboscaram um pai com o filho que voltavam do jogo do GFC (matéria aqui mesmo no soderbi).

    Acredito que a melhor maneira é identificar esses cara e em dia de jogos, os identificados passam o dia no distrito.

  3. Faixa Preta em futebol

    As “pessoas” detidas com barras de ferro em Franca eram da organizada do Botafogo RP, mas ok, os da Ponte não são anjinhos também. Triste isso tudo.

  4. Chico Fundamentalista

    Enquanto não tomarem medidas drásticas como fez a Inglaterra, esses bandidos transvestidos de torcedores irão continuar fazendo isso. A punição mais branda que deveria existir pra esses caras é cadeia.

  5. Mudei de Campinas há 5 anos e ontem fui buscar minha esposa e filhos (8 e 4 anos) em Viracopos as 23:00, e fiz a besteira de parar no Patropi pra comer, não sentamos 2 minutos e já vimos o pessoal das mesas com camisa do Guarani levantando e saindo correndo, peguei minha família e corri para o carro. Resultado, não consegui passar em frente ao posto BR pois a selvageria já estava ocorrendo, tive que entrar no posto e me esconder, pois até tiros foram dados, não era rojão. Uma cena lastimável, onde um torcedor já caído no chão, foi bem espancado e já estava desmaiado, e a polícia fala que não houve feridos??? É por isso que não entro num estádio há uns 20 anos, e nem pretendo entrar nem para levar meus filhos.

  6. Acho que os dois times provincianos que temos aqui, e com as torcidas que mal enchem um fiat 147 e um fusquinha respectivamente E a melhor coisa que fizeram fechar os portoes dos estadios, economiza gastos com trabalhadores e efetivo policia.

    Essas pseudos torcidinhas que se matem em ruas e avenidas da Cidade tentando ver quem bate mais e quem corre menos.

    Viva a PM – Surrando organizadas desde a sua fundação

    Detalhe – uma das torcidinhas nem Bumbo tem mais, a outra torcida mesmo com ingresso a 5 reais nao consegue encher uma Kombi…
    Para Min essa discussão de portoes fechados e redundante.

    • Lugar de bandido e vandalo e na cadeia….So que mais respeito com as torcidas de Guarani, Ponte Preta e demais times do interior.Torcer para um time como os nossos aqui representa paixao e enaltece a cidade….Facil e torcer para time de capital ou do exterior com um orcamento 1000% maior que os nossos.Se as torcidas e times do interior sao tao irrelevantes assim , Palmwiras, Sao Paulo, Santos e Corinthians deveriam formar uma liga independente e jogar um campeonato a parte.

  7. Marcos Cebola, ontem não teve jogo em Campinas, os portões estavam fechados e o pau quebrou do mesmo jeito.

    Acredito que fechar portão, clássico com uma torcida só, são soluções do tipo “lavei as mãos”.

    Insisto na ideia que pessoas de bem não podem ser prejudicadas em seu lazer por causa de meia duzia de baderneiros.

    Tem de reprimir que merece e não o cidadão de bem, que seu lazer preferido é assistir o jogo do seu time de coração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *