Zé Roberto chega para reforçar a Ponte Preta. A torcida terá paciência caso algo ocorra fora do roteiro?

0
465 views

Protagonista do Mirassol no triunfo sobre o São Paulo nas quartas de final do Campeonato Paulista, o atacante Zé Roberto chegou a Campinas nesta quarta-feira para ser apresentado como novo reforço da Ponte Preta para a Série B do Campeonato Brasileiro.

O site oficial da Macaca relatou que o atacante teve uma passagem curta pela Ponte em 2016. Na ocasião, o atleta atuou cinco jogos sob o comando do técnico Eduardo Baptista. No ano passado Zé Roberto teve grande destaque quando foi vice-artilheiro da série B e, com a camisa do São Bento, marcou 14 gols em 33 jogos.

Os bons números o levaram a ser contratados pelo Atlético Goianiense. No Dragão, entretanto, ele fez apenas um jogo pela equipe antes de deixar o clube para atuar nos Emirados Árabes, onde permaneceu cinco meses.

A sua contratação tem uma série de significados. A principal é que o departamento de futebol faz o possível e o impossível para viabilizar opções ofensivas ao técnico João Brigatti. Osman, Moisés e agora Zé Roberto fazem parte desta força tarefa, sem contar Bruno Rodrigues, que saiu maior em termos de credibilidade com a torcida após o Paulista. De certa forma, é uma tentativa de pulverizar o protagonismo que hoje está sob as costas de Roger.

Uma pergunta tem que ser feita: a torcida terá paciência caso algo aconteça fora do roteiro? Inegável que o jogador pode render frutos. Mas e se ocorrer algum acidente de percurso e o jogador não exibir o que se espera ? A torcida vai esperar? Vai dar tempo ao tempo?

Faço esse alerta por antecipação porque a história está cheia de exemplos de atletas contratados com grande expectativas e que só foram render posteriormente. E outros não foram aproveitados de modo decente após o linchamento virtual e verbalizado nas arquibancadas.

Exemplo: lembram como a torcida incinerava o atacante Clayson nas arquibancadas e redes sociais? E se a inquisição fosse atendida? Simples: ocorreria a perda de um atleta que deu bons dividendos à Macaca no gramado.

Que fique claro: Zé Roberto pode vingar. Mas a torcida precisa se preparar para tudo. E entender que são 38 rodadas. Uma maratona da bola. Existe tempo para recuperação e felicidade.

(Elias Aredes Junior)