Júnior Santos lamenta expulsão de Nathan, e Ivan explica pênalti cometido

0
929 views

Em mais uma partida ruim, a estreia de Marcelo Chamusca não foi suficiente e a Ponte Preta acabou derrotada por 2 a 0, pelo Atlético-GO, no Estádio Antônio Accioly. Na saída de campo, o atacante Júnior Santos lamentou a expulsão do volante Nathan, quando o jogo estava com 28 minutos do primeiro tempo.

“A equipe começou bem, descuidamos e tomamos um gol. A expulsão do Nathan complicou, tentamos fazer um gol e infelizmente levamos o segundo. Temos que melhorar para alcançar o nosso objetivo e não podemos mais vacilar. Vamos para o tudo ou nada”, projetou o camisa 9.

Responsável por cometer o pênalti que deu origem ao segundo gol do Dragão, Ivan explicou o lance que derrubou o meia Tomas Bastos e pediu uma vitória em casa para a equipe se recuperar o mais rápido possível.

“É um resultado complicado, estávamos jogando na casa do adversário. Até o final não vamos deixar de lutar. Fui infeliz ali (pênalti), ate tentei tirar a mão, mas não consegui. Temos jogo em casa e vamos recuperar o mais rápido possível esses pontos perdidos”, declarou.

Na décima colocação na tabela de classificação da Série B do Campeonato Brasileiro, quatro jogos sem vencer há quatro jogos, a Ponte Preta vai em busca da reabilitação no próximo sábado, quando Marcelo Chamusca faz sua primeira partida no Moisés Lucarelli, às 19h, diante do Sampaio Corrêa.

(texto e reportagem: Eduardo Martins/foto: Ponte Press)