terça-feira , 17 julho 2018
Home / Imagens / Análise: Carnielli quer utilizar Tiãozinho para domesticar o Só Dérbi e seus componentes? Fracasso retumbante à vista!

Análise: Carnielli quer utilizar Tiãozinho para domesticar o Só Dérbi e seus componentes? Fracasso retumbante à vista!

Final de ano e o ritmo de trabalho está em banho-maria. Reservo forças para a virada do ano e prometi de frente ao espelho que só falaria e analisaria futebol em caso de emergência. Promessa quebrada a partir de um telefonema de uma fonte no final da tarde desta quinta-feira.

Assunto indigesto: queria saber se havia possibilidade de “amansar” para cima da nova diretoria da Ponte Preta em virtude do próximo vice-presidente, Sebastião Arcanjo, ter sido vereador e deputado estadual e pelo fato de eu ter trabalhado para ele de janeiro de 2001 a setembro de 2002 como assessor de imprensa. Mais: o interlocutor assegurou que o presidente de honra Sérgio Carnielli tem verdadeira ojeriza a minha pessoa e que incumbiu Tiãozinho de me “amansar” em virtude desta pretensa proximidade. Patético. Ridículo.

Queria avisar ao glorioso presidente de honra Sérgio Carnielli que, se tal missão for encaminhada a Tiãozinho, o fracasso será certeiro. Em primeiro lugar, porque considero que o presidente de honra, cuja trajetória eu respeito, não é dono do mundo. Seu dinheiro – conquistado com méritos – não pode comprar conceitos imperiosos como honestidade, idoneidade e retidão. Utilizar dirigente para manipular ou amansar jornalista ou determinado veículo de comunicação é um sinal claro de que, infelizmente, o apreço pela democracia passa longe do Moisés Lucarelli.

Ah, mas o Elias Aredes em sua trajetória profissional pega no pé do Sérgio Carnielli. É injusto. Que tal invertermos o papo? Que tal a gente revelar que nos últimos anos assim como bagre ensaboado Carnielli providencialmente sempre tirou o corpo fora pelos fracassos da Macaca dentro dos gramados? Ou alguém considera normal um time ficar de 2007 a 2011 na segunda divisão nacional? E os rebaixamentos em 2013 e 2017? Ele não tem culpa nenhuma, zero? Mais: que dificuldade é essa de aceitar a critica, a reflexão sobre um pretenso fracasso? Só pode receber aplausos e elogios? Deveria entender que só cumpro meu dever.

Sinto lhe dizer Sérgio Carnielli que utilizar um dirigente para amansar o meu espirito crítico e os componentes do Só Dérbi está fadado ao fracasso. E por um motivo particular e pessoal que só eu e seu futuro vice-presidente sabemos. Não odeio ou tenho remorso, mas trabalhar com ele me deixou cicatrizes que até hoje perduram no aspecto psíquico e emocional. Se uma pessoa me abalou tanto no aspecto emocional porque agora iria lhe estender o tapete vermelho? Não tenho dom para auto comiseração. Ou sofrimento involuntário. Detalhe: não nego que sempre os contatos são cavalheiros e solícitos. Eu pergunto e ele responde de modo educado, como faz qualquer político. Mas daí a dizer que isso vai se converter em jornalismo chapa branca é de um absurdo sem tamanho.

Alguns podem alegar que este texto é até pessoal em excesso. Ou que esse tipo de boato ou especulação não deveria ser abordado. Errado. O futebol de Campinas está nesta lama, neste lodo, porque por anos e anos não tivemos o cuidado de escancarar o relacionamento entre jornalistas, fontes, fossem jogadores ou dirigentes. Que deve ser respeitoso, sim, mas jamais resvalar para o oba, oba, a alienação inconsequente. Nunca.

Para terminar, conto uma história pessoal. No dia 11 de setembro de 2011, eu vivenciei um dos dias mais tristes da minha vida: o falecimento do meu pai, Elias Aredes (eu sou Júnior). Em dado momento do velório, um senhor caminhava com dificuldade em minha direção. Trazia em sua mão esquerda um papel com desenhos do meu pai, um dos vários que fazia para falar da sua paixão pelo futebol. Ele disse. “Olha, o seu pai foi uma das pessoas mais honestas que conheci. Nunca esteve envolvido em falcatruas ou mutretas. Limpo, correto. Por favor, carregue este legado”.

Sérgio Carnielli, com todo o respeito eu lhe digo: o que meu pai me ensinou vale muito, mas muito mais do que interesses fúteis e descartáveis de homens ávidos por poder. E que precisam aprender, na teoria e na prática, o que é viver em uma sociedade com liberdade de expressão e de pensamento.

(Texto de Elias Aredes Junior – Coordenador e responsável pelo portal Só Dérbi – atualizado às 22h16)

Veja Também

Garçom e ladrão de bolas: Igor Vinícius toma conta da lateral direita da Ponte Preta

Emerson foi um dos principais nomes revelados pela Ponte Preta nos últimos anos. A expectativa ...

17 Comentários

  1. Parabéns pela postura, Elias!

  2. Elias, você se esqueceu que o SC intitula-se o todo-poderoso.

  3. Parabéns meu caro..nunca se curve.. aos que pensam que pedem mandar e desmandar…
    Continue sim relatando jornalísticamente de forma coerente como vc sempre fez..

  4. Parabéns, precisamos de jornalistas como vc.
    Falando a verdade para nós torcedores que indepenente da cor da camisa, temos que ser respeitados.

  5. Parabéns mais uma vez Elias! Você é um dos poucos em Campinas que realmente tem a imparcialidade e fala a verdade doa a quem doer.
    Um grande abraço.

  6. Reflexos de um país perdido democraticamente.. onde impera, num âmbito nacional a lei da mordaça nos grandes veículos de comunicação (as vezes impostas pelos próprios veículos).
    Chega uma hora que todo mundo acha que pode calar o jornalista, que pode censurar a fala…
    Mal sabem eles que qnt mais se tenta censurar, mais e mais alimenta o “monstro”, E mais ele quer sair e falar o que tiver que falar.

    • Perfeito comentário, Índio velho (e sábio)! Os meios de comunicação, hoje, seguem uma agenda, e infelizmente maquiam a verdade para que a agenda deles prevaleçam. Tenho e faço muitas críticas aqui ao Elias, mas nunca o acusei de parcial quanto aos times de Campinas, e o parabenizo pela sua postura. Sobre o Tiãozinho, filiado a quem é filiado, se ele sabe da intenção do Carnieli e mesmo assim aceitou o posto, é lamentável. Se não sabe, espero que não aceite e denuncie quaisquer sugestões neste sentido. Parabéns, Elias, pela postura!

  7. Analise perfeita. Podemos ter divergencias de idias e pensamentos afinal vivemos em uma sociedade livre porem em nenhum momento podemos deixar em xeque o nosso carater. Parabens pela postura. O dinheiro pode comprar quase tudo inclusive a indole de pessoas fracas porem precisamos de mais pessoas que nao se vendam ou se calem em troca de patrocinio ou transito livre em determinados clubes.
    Pode ter certeza que seu pai estaria orgulhoso de vc hj, dizendo que td aquilo que ele te passou durante a vida nao foi em vao.
    Abs e um 2018 de sucesso

  8. Parabéns, Elias! Como você bem pontuou, o futebol de Campinas precisa de jornalismo sério, imparcial, que elogie e critique quando necessário. O torcedor precisa estar bem informado, sabedor da situação de seu clube. Parabéns pelo excelente trabalho

  9. Geraldo José de Almeida

    Parabéns Elias,
    O ditador SC pensa que o mundo gira em torno dele ,que o dinheiro compra tudo e a todos.
    Este é o retrato do Brasil, uma sociedade em que 5% das pessoas detém a riqueza do país é por isso pensam que podem manipular o restante da população, para mudarmos essa história dependemos e muita da ajuda da imprensa esse é um pequeno exemplo de como o profissional dessa ferramenta importante deve agir contra os gananciosos de nossa nação.
    DIGNIDADE SEMPRE!

  10. ODIR RODRIGUES DO AMARAL

    Apesar de não concordar as vezes com suas opiniões sobre os clubes de Campinas, acredito que precisamos sim de um jornalismo sério e investigativo, eu me arrependo muito de um dia ter votado nesse Tiaozinho, e lamento mais ainda ele hoje estar na minha Ponte Preta, oportunista, com você tenho certeza que ele não vai se criar. Pau nele Elias Aredes, parabéns !!

  11. Que vergonha….Ao invés de montar um time forte para ganhar alguma coisa no ano que vem e calar a boca de todos o críticos o Sr. SC concentra as suas forças em acabar com a liberdade de expressão pelos lados da aapp.

    Eu já vi esse filme no meu Guarani , e o final todo mundo já sabe….. Muita vergonha, corrupção, rebaixamentos e ditadura.

  12. Parabéns Elias.
    Entendo perfeitamente que seu texto não é pessoal, pois a algum tempo atrás, comentei sobre a assunto da democracia na PONTE PRETA.
    Por que nas reuniões do conselho deliberativo, vários conselheiros que fazem questionamentos sobre coisas que têm que serem abertas aos membros sociais, são desrespeitados a até ofendidos, na última reunião onde Sr SC disse em alto e bom som, que ele pode tudo.
    Então ser questionado por explicações e melhorias é sinal de ofensa para ele, o que teremos de democrático dentro dessa agremiação ao qual tomou posse e que não é dele, pois quando dá certo ele aparece, quando se dá o fracasso sai de cena e acha um responsável.
    Na data dessa última eleição, contratou 120 capangas para agredir torcedores contrários a atual diretoria,.
    Agora querer calar um dos poucos que faz jornalismo, reportagem esportiva de verdade e imparcial vêem com uma conversa dessa, aliviar para próxima diretoria, será que tem mais coisa errada para aparecer?. Por ter uma figura política envolvida, querem o quê foro privilegiado também?
    Continue assim Elias, fazendo suas críticas e textos imparciais, porque o que nós torcedores queremos é ver a nossa ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA PONTE PRETA, livre das intolerâncias de empresários, políticos e desejos particulates e individuais.
    A torcida é sua verdade dona.

  13. elias

    muito embora saiba que vc é bugrino, parabéns pela matéria e coragem, conheço este senhor tiaozinho que por sinal é corintiano fanático é teúdo e manteúdo do carnielli , tiaozinho na vice presidência da ponte preta é o começo do fim… onde este individuo poe mão destrói..

  14. Não sou advogado de ninguém mas se não fosse o carnielli a macaca não existia mais , mas acredito no Elias tbem informação anda com descrédito devido as roubalheira de governos por séculos e o silêncio da imprensa como no atual governo temmer

  15. Elias, tive o prazer de ter te conhecido lá pelos anos de 2001, atraves de um amigo em comum, conversamos apenas uma vez e após tantos anos tenho que lhe dizer que te respeito demais, pois é o único jornalista de Campinas que tem a coragem de enfrentar essa máfia, o único que consegue fazer essa análise política do futebol e seus resultados. Parceiro viu admitir que discordo da maioria de suas análises táticas e técnicas do jogo, mas concordo 100% com essa sua análise política do futebol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *